Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Clique e veja o que acontece


Neste dia

por Azoriana, em 28.07.04

Em Julho de 85, no dia do meu casamento
meus pais comemoraram bodas de prata,
19 anos passaram sobre este evento,
se vivos, 44 anos completariam nesta data.
Hoje...

eles não estão entre os vivos
eu conto com filhos, família e amigos
o resto faz parte de tempos idos...
Aos meus pais dedico uma oração
- Que sua alma descanse em paz!
E peço à Virgem Santa Maria, com emoção,
apenas saúde, o bem que mais nos apraz.
Hoje o dia está lindo... é Verão!
O sol está aquecendo a ilha e a mim,
Estou ouvindo uma linda canção
E até posso colher bela flor num jardim...
Hoje...
trilharei alguma alegria para mim!?
Azoriana

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terra Alta, um barco imortal!

por Azoriana, em 28.07.04

Até que enfim que encontrei um texto da autoria de Mónica Silva Goulart, da freguesia de Santo Amaro da ilha do Pico, que me levou às lágrimas da saudade ou quem sabe, mesmo, à lembrança de ter viajado no Terra Alta.

Eis um pequeno excerto do histórico texto, muito bem redigido, com um toque ao coração: "Acho que não sei, não posso nem consigo dizer mais nada sobre ti... amigo Terra Alta!" (Mónica Goulart, Setembro de 2000).

"O Terra Alta foi o último navio motor de transporte de carga e passageiros construído em Santo Amaro e para Santo Amaro, uma vez que os seus proprietários eram quase na sua totalidade a população santamarense, e alguns sócios espalhados pela nossa ilha do Pico e por várias outras ilhas vizinhas, como Marcelo Pamplona da Terceira, alguns comerciantes da Calheta, Velas e Topo de S. Jorge, e outros associados no Faial e em São Miguel."

"O barco foi construído, por Manuel Joaquim Melo, que na altura tinha 37 anos (e apenas tinha construído pequenas lanchas de pesca até à construção do Terra Alta), sem nenhuma maquinaria, pois naquele tempo esta não existia e todas as ferramentas eram manuais."

Meu pai, natural desta freguesia, ainda em vida, teve ocasião de construir com uma mão (a outra perdera em acidente de trabalho) uma "amostra" do
Terra Alta, por ter sido motivo de orgulho e paixão, o facto de ser um barco construído na sua terra natal.

Obrigada Mónica! Por teres revelado ao mundo tão importante informação. Pena o Terra Alta ter sido desmantelado e queimado, mas é como tudo nesta vida, teve um final. Este fica na história de Santo Amaro e é de louvar o contributo de todos quanto estiveram envolvidos neste feito.

Por favor, leiam o
artigo completo "Para a História de Santo Amaro - Pico" - in Jornal "Ilha Maior"

Azoriana

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Violoncelo"

por Azoriana, em 28.07.04

Chorai, arcadas
do violoncelo!
Convulsionadas
Pontes aladas
de pesadelo...

De que esvoaçam
Brancos, os arcos...
Por baixo passam,
Se despedaçam,
No rio, os barcos.

Fundas, soluçam
Caudais de choro...
Que ruínas (ouçam)!
Se se debruçam,
Que sorvedouro!...

Trémulos astros...
Soidões lacustres...
- Lemos e mastros...
E os alabastros...
Dos balaústres.

Urnas quebradas,
Blocos de gelo...
- Chorai arcadas,
Despedaçadas,
Do violoncelo!


Autor: Camilo Pessanha
Violoncelo - in "Lumen", Revista de Cultura do Clero, Maio, 1967, página 425.

Nota: Encontrei esta revista numa casa em Santo Amaro do Pico, desabitada, de um pároco, e meus olhos descobriram este
Poema que logo me cativou.

Azoriana

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/7



Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações