Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Clique e veja o que acontece


Esclarecimento

por Azoriana, em 28.09.04

Para quem já visitou o meu blog/site e já leu muitos dos meus artigos.
Permitam-me que vos diga o seguinte:
Sei que "ser poeta não significa apenas escrever palavras que rimem umas com as outras, é algo mais profundo do que isso, é uma arte que não se aprende, nasce-se com ela". Mas digo-vos, para mim é um gosto particular. Não me classifico de poetisa.
A propósito de um comentário recebido num grupo, senti necessidade de escrever este artigo.
Comentários depreciativos não me desmoralizam, mesmo que haja alguma intenção. Servem para cada vez mais tentar aperfeiçoar meus conhecimentos. Ninguém é totalmente perfeito em tudo o que faz, por isso existem possibilidades de estudo. Parar é que é morrer.
Escrever, para mim, é uma outra forma de estar na vida. Não tenho por hábito criticar negativamente os escritos de ninguém. Quando qualquer escrito não me agrada, geralmente leio e não comento, nem para bem nem para mal. Reservo para mim os comentários, não os anuncio. Penso: quem está do outro lado irá ficar magoado!? Desencorajado!? Vou ferir-lhe sentimentos!?
Por outro lado, é bom haver alguém que nos alerte no sentido de melhorarmos nossos escritos. Confesso-vos que a minha escrita é uma ideia que surge repentina, sem aviso prévio. É um momento, uma inspiração, algo que me brota do coração ou então alguma tristeza, enfim, tudo pode servir de mote para algo escrever. E porque não utilizar as tecnologias que nos são disponibilizadas para esse efeito? Não se fizeram só para os que tudo sabem. Fizeram-se para nós que temos vontade e gosto de aprender e utilizar novos recursos informáticos.
Cada um de nós tem defeitos e qualidades, escapes, sonhos e motivações várias para ocupar alguns tempos livres ou outras situações que neste momento ficam no meu íntimo...
Dão-nos sugestões para fazer isto ou aquilo (ir para a cozinha, por exemplo!) sem tão pouco nos conhecerem, sem tão pouco saberem como vamos reagir ou se gostamos de tais sugestões!! O mais grave é que não se identificam, não dão a cara, apenas um nome. Nomes há muitos e coincidentes. Porque não me escrevem directamente para o e-mail, que disponibilizo em qualquer dos meus trabalhos?
Não pretendo criar mais sites. Os que tenho já são suficientes para me sentir realizada. Tenho tido incentivos vários para continuar meus trabalhos. Isso me basta!
No entanto, estou aberta a votações. Sim ou Não, eis a questão: Continuo com meus escritos? São ofensivos?
Melhores cumprimentos,
Azoriana

Autoria e outros dados (tags, etc)

Poesias de Picaroto

por Azoriana, em 28.09.04

Escritos num caderno (I)

Se o futuro não fosse incerto,
de nada serviam os sonhos,
e o homem sem o sonho não tinha futuro não
amor tal como na vida,
são os sonhos que nos fazem alimentar um futuro.

Escritos num caderno (II)

Nesta estrada perdida de amor e paixão,
sem tecto nem chão,
onde o tempo passa entre a fresta de uma janela
nascem murmúrios de saudades de tempos passados
no imaginário de um louco sonhador que veste a alma com as palavras do teu pranto
e vive pela razão do teu ser.

Escritos num caderno (III)

Um dia da minha vida por um minuto contigo,
um pedaço de mim por um beijo teu
e a minha vida pelo teu coração
uma troca justa para quem sofre pela distância.
estranho modo de amar...

Escritos num caderno (IV)

No silencio da noite,
no murmúrio das estrelas
e por detrás desta névoa cinzenta surgiu um novo deus,
uma nova era , um novo sentimento.
Apareceu do nada e do nada se fez grande,
gigante, monstruoso, e agora...
agora apoderou-se do meu corpo alma e coração.
Bastou um pequeno gesto e fiquei rendido à tua magia
Estou enfeitiçado, perdido por um sonho... um sonho...

Autor: "O Picaroto"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nova luz...

por Azoriana, em 28.09.04

No teu mundo onde habitas
Vejo uma névoa a pairar,
Precisas de ter umas dicas
Para teu mundo encantar:

Continua siga o link por favor

Azoriana

Autoria e outros dados (tags, etc)

Lamentações ao luar
Lamentações à beira mar
Lamentações em todo lado que se pode estar.
Chora no peito
a vontade de ter
a vontade de sentir
a vontade poder
somos
eternos insatisfeitos
temos de ser
eternos lutadores.
Obrigada Azoriana por este muro de lamentações
que envolve cada um de nós no seu tempo.

por Filomena in Welcoming o tal canal - Poesias (resposta a "Estar só!")
A seguir meu comentário a "As Estações duma vida" escrito por Filomena

Canto à Amizade!
A cada estação até dás outro sabor,
Fico encantada por aqui ter vindo,
Afinal é uma estrada cheia de cor,
Onde a amizade tem um valor lindo...

Sou terceirense e neste torrão me quedei,
Sinto florescer em mim um novo encanto,
Cada dia que passa vejo que encontrei,
Força e alegria para pousar meu "Canto".

Azoriana

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações