Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Clique e veja o que acontece

À Marisa e ao Tiago Clara

No reino da juventude
Há esperança a reinar
Mais forte seja a saúde
Porque o resto há de chegar.

Seja nobre a atitude:
Cantadores vão cantar!
Dupla seja a virtude
A quem merece a dobrar.

A Marisa e o Tiago
De nós merecem afago
Numa festa que há de vir.

Depois de bruto acidente
Felizmente estão com a gente:
Vamos fazê-los sorrir!

Rosa Silva (“Azoriana”)

Cantoria Solidária

Local: Sociedade Velha da Vila das Lajes
Data | Hora: 27 de janeiro de 2018 | 21:00

Cantadores:

José Eliseu, José Fernando, Hélder Pereira, Ricardo Martins,
Marcelo Dias, Vasco Gomes, Artur Miranda, John Branco.

Verbas angariadas revertem para ajuda ao Tiago Clara.


A magia da Cantoria (ao desafio)

por Azoriana, em 01.07.08

A propósito da leitura que estou fazendo, apaixonadamente, ao livro "Aurora e Sol Nascente", nascem-me quadras de improviso escrito. O cantado penso que não é tão fácil, daí que a Turlu foi (e é) a Rainha da Cantoria ao Desafio e isso ninguém ousa negar.

A magia da Cantoria (ao desafio)

A Turlu, eu abracei
No retrato duma folha;
E no livro procurei,
Do autor, nobre recolha.

Na hora que aconteceu
Esta honra especial,
Alguém ligou e convenceu
Acordo de um ideal.

Mais um sinal dos céus,
Onde a Turlu estará,
Olhando p'los seus ilhéus
Que 'stão na banda de cá.

A surpresa num baú
Guardei. Soube a Lua Nova;
Hei-de cantar por Turlu
Qualquer dia uma trova.

Ó Querida Angelina,
Flor da terra e do mar;
Cumpriste a tua sina:
Bela Aurora a brilhar!


A paixão pela cantoria
Tive sem te conhecer,
'Inda bem chegou o dia
De ti tudo, enfim, saber.

"Aurora e Sol Nascente"
Da Turlu e do Charrua
É aro resplandecente
Que nos corações actua.

Bem-haja o seu autor,
Sobrinho da Cantadeira,
Com seu estro de valor
Fez-me lágrima certeira.

"A mãe 'stá a chorar por dentro,
E agora chora por fora
";
- As lágrimas vêm do centro
E de mim não vão embora.


À cento e setenta e três,
Página que estava a ler,
Ouvi p'la primeira vez,
O "Pipoca" (*) a tecer...
Uma cantiga, talvez,
Pelo bem de bem-querer.

Rosa Silva ("Azoriana")

(*) "Pipoca" é a alcunha do meu filho mais novo (11 anos) que segue, a par e passo, toda a minha inspiração e colabora, muitas vezes, quando lhe peço: "Vem depressa... traz a caneta e papel...", ao que ele responde: A mãe teve outra ideia?


Ultimamente, até quer antecipar-me a dar-me alguma ideia. Isso deixa-me muito feliz. As ideias vão passando de geração em geração. É por isso que na ilha Terceira talvez nunca acabe o gosto pelo improviso popular. Será que mais alguém faz ideia do quanto amo essa arte popular?

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De xana a 02.07.2008 às 00:23

filho de peixe sabe nadar
o seu filho tem sido embalado
entre rimas e desgarradas
«PIPOCA»estuda para mais tarde teres uma
cultura geral mais alargada pois ajuda muito no
mundo da poesia.Rosa,le os comentarios que fiz 29junho/30junho
bjs xana

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações