Cantoria na Vila Nova da Ilha Terceira

Cantoria privada na Vila Nova
Foi num ambiente familiar e amigo que, ontem, 09/08/2010, pela noite dentro, efectivamente cantei umas cantigas ao desafio com o "Gaitada", de nome José Santos, emigrante no Canadá, com José Medeiros e, no fim, umas rodadas de cantigas ao lado dos cantadores presentes, além dos já referidos: José Fernandes (da Ribeirinha), Candinho (Cândido, vilanovense) e Valadão (das Doze Ribeiras). Ao todo éramos seis acompanhados por três tocadores, dois das Doze Ribeiras e um da Ribeirinha, num bar junto da Igreja da Vila Nova.

Se me perguntarem o que senti? Pois por palavras é difícil explicar, por isso, deixo-vos a hiperligação para o álbum que ilustra este evento privado mas que talvez tenha continuidade. Confesso que de início ia apreensiva mas, por fim, já estava radiante tanto pela minha parte como pelas excelentes cantigas que me ofereceram. Trouxe comigo um sorriso aberto de contentamento.


Boa noite Vila Nova
Coração de santidade
Vos entrego a minha trova
Com laços de amizade.


Assim comecei mas o resto não captei... O improviso é assim mesmo, sai na hora e se não se registar talvez escape ao próprio cantador. Por vezes, na assistência há quem memorize quadras que cantamos e que são mais aplaudidas. Adorei os aplausos. Obrigada aos amigos cantadores e tocadores na freguesia dos Bodos. Até qualquer outra ocasião.

Fiquem com a recordação em imagens.

Rosa Silva ("Azoriana")

publicado por Azoriana às 08:08 | COMENTAR | FAVORITO