Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clique e veja o que acontece

DO ANO 2016
O que mais gostei de escrever:

24.10.2016

Queria ser o pôr-do-sol
Da minha pele
Desnuda
No teu horizonte.
Fixar a âncora
No teu peito
De mar brando
E amar
...
Olhando a imagem
Ao relento
De nós.


A uma gaivota

por Azoriana, em 15.07.17

Uma gaivota em Angra
Numa pose de princesa
Leve pluma de beleza
Que de alegria nos sangra.

Gaivota de heroísmo
No coração da cidade
Onde se chama à-vontade
Porto de abrigo e civismo.

Tem a visão encantada,
Portanto ela não voou,
Deixou-se ficar pousada.

À espera de alimento,
Porventura alguém deixou,
Para erguer meu verso atento.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Canta ilha Terceira

por Azoriana, em 26.06.17



Terceira canta rimando
Sua rima de matriz
E as cordas vão vibrando
A melodia da raiz.

Terceira é linda e bela
Como bela é a natureza
E para se gostar dela
Há que gostar da beleza.

Terceira que és da cultura
Um enorme estandarte
Maior serás na bravura
Que se vê em qualquer parte.

Terceira que és flor de rimas
No jardim da Cantoria,
Do Pezinho que sublimas
No canteiro da alegria.

Canto e cantas a Terceira
Ilha franca e cortês
Que ergue sua Bandeira
Muito mais que uma vez
E por si já foi primeira
No seu trono português.

Canta bem a nossa gente
A cantiga regional
Na garganta doce e quente
Pelo dom original
E ao cantar quer somente
Ser ilhéu de Portugal.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ó que linda Angra do Heroísmo!

por Azoriana, em 22.06.17

Angra cidade triunfal
De mérito e sempre leal
Que cabe no coração.
Vem aí moldura e festa
E toda a gente se apresta
Para honrar a S. João.

Vem com toda a alegria
Faz da noite o teu dia
É mimosa a receber.
Angra séquito real
Bel'ilha de Portugal
Que ama te conhecer.

Ó deslumbrante cidade
Tão florida de amizade
De fitas de quatro cores.
Vermelho, verde, azul,
Branco alindam o sul
Da Terceira, dos Açores.

Basalto de heroicidade,
Vitrina de igualdade
Património animador;
Porto de abrigo sagrado
Na marina ancorado
O veleiro navegador.

Quem cá vem gosta de vir
E saudade vai sentir
No "adeus" sem a deixar;
Angra parte corações
Com coloridos balões
Para o Povo festejar.

Quando a vires passar
A Marcha onde o teu par
Canta Angra com ternura;
Leva tua mão ao peito
Junta-te ao amor-perfeito
Com sorrisos de doçura.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações