Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clique se puder

DO ANO 2016
O que mais gostei de escrever:

24.10.2016

Queria ser o pôr-do-sol
Da minha pele
Desnuda
No teu horizonte.
Fixar a âncora
No teu peito
De mar brando
E amar
...
Olhando a imagem
Ao relento
De nós.


Carlos Cândido e neto

Se fosse vivo, hoje faria oitenta e sete anos. Teria bolo para o fazer contente. Teria a família a lembrar que ser "picaroto", nome que se atribui aos nativos da ilha do Pico, do arquipélago dos Açores, é ser poderoso e um prodígio no trabalho. Sem grandes estudos (os mínimos para a data que viveu na sua ilha de nascença), no entanto, sabia fazer com as duas mãos e, mais tarde, só com uma, o que alguns não sabem. Pedreiro, carpinteiro, pintor, agricultor, e mais o que viesse à rede seria como uma invenção pronta na hora. Tanto que o Carlos Cândido fez para si e para outrém, sem, muitas das vezes, pedir retribuição. Era assim o meu pai de quem tenho o maior orgulho. Tinha, também, uma dose de génio e bravura... mas tudo fez para que as suas filhas e netos ficassem com a ideia de que o pai/avô foi um homem de trabalho para manter na lembrança e comemorar o seu dia risonho.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Parabéns ao Ti' João Ângelo Vieira

por Azoriana, em 24.06.16

20160624 Ti João Ângelo

Linda Marcha, sim senhor,
Honrando a Desgarrada
Cantadores e tocador
Numa Festa asseada.

O Ti João das "Velhinhas"
Num carro extraordinário
Elevo nas quadras minhas
Por mais um aniversário.

Esta Marcha não esqueceu
Dos cantadores a história
Até o José Eliseu
Fez da letra uma glória.

Ti Mancebo da guitarra
Também fez boa figura
Mostra que o som desta farra
Faz parte da nossa Cultura.

E viva o São João
Que atrai o bailarico
E observa o balão
Foliando o manjerico.

Parabéns ao Mestre das Cantorias
Que seja sempre feliz
Festeje por muitos dias
A Desgarrada que quis.

24/06/2016
Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Chica Ilhéu

O livro da minha amiga
É o quinto, das emoções,
Vida, amor, dor, fadiga,
Cabem em suas estações.

A Palavra não intriga,
Abraça opiniões
Muito mais há que se diga
É nobre em doutas ações.

Chica, da nobre cidade,
De Angra do Heroísmo,
Tem forte o seu lirismo.

Chica, a nossa amizade,
Fica mesmo se partir,
Num laço de bem sentir.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações