Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clique se puder

DO ANO 2016
O que mais gostei de escrever:

24.10.2016

Queria ser o pôr-do-sol
Da minha pele
Desnuda
No teu horizonte.
Fixar a âncora
No teu peito
De mar brando
E amar
...
Olhando a imagem
Ao relento
De nós.


Sim! Estive na Procissão
Dos Milagres, da Serreta,
E também na Comissão
Primeira vez na faceta.

Ano dois mil e dezasseis
Dez anos de Santuário
Porque em dois mil e seis
Maio foi extraordinário.

Dois homens, duas mulheres,
Sem parentesco algum,
Fizeram os seus deveres
Numa alegria incomum.

Fui feliz por ser chamada
À freguesia da Mãe
Que pelo mundo é amada
Como a Festa que Ela tem.

Desejo felicidades
A quem se seguirá
Que se unam amizades
Tanto de cá como de lá.

Viva a nossa Serreta
Que é o pulmão da ilha
Na Ponta a silhueta
De uma ave maravilha.

Venham com devoção
Depôr no Jardim da Senhora
O perfume da oração
Que a Paróquia comemora.

Cento e dez de existência
Da paróquia serretense
A divina Providência
A nova Festa pertence.

Seja a Senhora louvada
Entre cânticos e hinos
Tenha uma placa lembrada
No lado que tem os sinos.

A ideia que ora dei
Foi me ditada d'além
Como se fosse uma lei
Fundada por minha mãe.

Matilde Rosa Cota Correia
Foi uma mártir devota
Que teve uma vida cheia
Do Amor que não se esgota.

E Rosa eu também sou
Nome da flor que ela tem
Humberta também ficou
Com o Amor da nossa mãe.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Serreta coleção de imagens

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

A Ponta da Fajã (da Serreta)

por Azoriana, em 14.01.17


É da ilha um recorte
Em beleza de rochedo
Alegre de sul a norte
Que desenho só com um dedo.

Na ponta se queima a sorte
De quem partiu com medo
Mas a rocha tem suporte.
E o Farol quebra o degredo.

Seu celeiro foi Fajã
Da ponta vi seu retrato
Mais a ave que lhe é chã.

É vistosa no Verão
A natura que relato
Da Serreta o coração.

Rosa Silva (“Azoriana”)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações