Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Clique e veja o que acontece

DO ANO 2016
O que mais gostei de escrever:

24.10.2016

Queria ser o pôr-do-sol
Da minha pele
Desnuda
No teu horizonte.
Fixar a âncora
No teu peito
De mar brando
E amar
...
Olhando a imagem
Ao relento
De nós.


Fragilidade

por Azoriana, em 12.06.17

Eu se fosse uma rainha
Na certa coroa tinha
Nestes mares de anil;
Sou da ilha de nascença
Na saúde e na doença
Da cabeça ao quadril.

Sou apenas o que sou
O que herdei de meu avô
De meus pais a seguidora.
Também sou fragilidade
Cruzes tenho à-vontade
E a veia inspiradora.

Peço a quem ora me lê
E que na rima até crê
Como boa terapia:
Receba de coração
Os reflexos da inspiração
Mesmo com "dor" neste dia.

O sol que brilha lá fora
Se esconde em mim agora
No campo da solitude.
Sou uma pedra d'asfalto
Que não se atira do alto
Mas nele pensa amiúde.

A tristeza não se alegra
Neste vale desintegra
Em linhas escurecidas.
No meu canto a pensar
O quanto vou aguentar
Entre as vindas e mais idas.

Eu vou ao céu, volto à terra,
Eu vou ao mar, volto à serra,
Vaivém de tantos sarilhos...
Quem pudesse comandar
E grande abraço mandar
A quem renova meus trilhos.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações