Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clique se puder

DO ANO 2016
O que mais gostei de escrever:

24.10.2016

Queria ser o pôr-do-sol
Da minha pele
Desnuda
No teu horizonte.
Fixar a âncora
No teu peito
De mar brando
E amar
...
Olhando a imagem
Ao relento
De nós.


Emoções

por Azoriana, em 18.03.17

Olá amigo emigrante
Que ama a ilha Terceira
Que lembro a cada instante
Numa rima hospitaleira.

Estou quase a faz anos
E o meu blogue também
De abril são os meus planos
De onde a rima me vem.

Com isto quero dizer
Que trago uma pena em mim
De nunca ter ido ver
Outras flores, outro jardim.

E quando um dia me for
Para outra dimensão
Deixo folhas do amor
Que tive plo meu torrão.

Obrigada a cada amigo
Em nome de tantos mais
Que o bem fique contigo
E comigo nos Folhadais.

Em S. Carlos da Terceira
Lugar onde eu resido
Hasteando a bandeira
Dos anos que tenho vivido.

Da Serreta natural
Onde tem a Virgem Mãe
Rainha de Portugal
E da Serreta também.

Um abraço gracioso
A quem por mim perguntar
Para quem for mais bondoso
Possa senti-lo apertar.

Um abraço apertado
É melhor dar-se em vida
Antes que seja apartado
Naquela última partida.

Faço a sincera homenagem
A quem a mim se refere
E da escrita em viagem
Sobretudo a quem a prefere.

Sinto agora a emoção
Nesta altura e nesta hora
Porque sai do coração
Aquilo que escrevo agora.

Adeus até de outra vez
Que haja inspiração
E lembra que ser português
É ser ilhéu duma Região.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

UC 727anos 01-03-2017

Autoria e outros dados (tags, etc)

Victor Santos - 02/2017

Victor Santos na Terceira
Com uma Dança de Espada
E trouxe uma verdadeira
Lição de regra sagrada.

Vi o "Poder do Divino"
Com atenção redobrada
Cada canto era um hino
Cada rima uma balada.

A Coroa do Espírito Santo
Numa mesa ornamentada
Mexeu comigo tanto, tanto,
Na cena que foi "roubada".

Que linda Dança de Espada
Que nos prendeu a atenção
Eu estava consolada
Com as vozes da canção.

Victor Santos e as filhas
Que são mesmo de louvar
Suas pérolas, maravilhas
A tocar e a cantar.

A primogénita cantou
Com uma voz tão airosa
Que no coração plantou
Uma linda e fresca rosa.

No fim dou meus parabéns
A todos os teus atores
Belo conjunto que tens
P'la ilha dos teus amores.

E na ideia eu retive
Uma outra que ele deu
Se a minha vida 'inda vive
É pra dar um sonho meu.

Dança de Espada afinal
Faz parte da tradição
E uma p'lo Carnaval
Honra e dá nova lição.

Victor Santos veio à Serreta
Porque lá tem a Senhora
Dos Milagres do planeta
Que o abençoa agora.

Eu dei por mim a dizer
"Vai ter" dito baixinho
Uma dança a condizer
Com o seu bravo carinho.

Assim um dia de graça
Sem forçar minha missão
Que Dança de Espada faça
Com a Mãe da inspiração.

A Serreta bem merece
Cumprir com essa função
Cada dia que amanhece
É um nova oração.

Obrigada caro amigo
Que deste voz à canção
Que a Senhora vá contigo
P'ra tua rica nação.

É com a força do amor
Que tens à tua Terceira
Que mereces cada flor
Da minha q'rida Padroeira.

Agora para findar
O que nem sequer começou
Um abraço vou mandar
A quem o Céu inspirou.

Cortesia e formosura
Beleza e um bom papel
Honraram nossa cultura
Com o brilho do painel.

Avé Mãe cheia de graça
E o Poder do Divino
Que em tudo que se passa
Rege o amor e o destino.

Adeus até outra hora
Que ouças falar de mim
Porque a minha mãe agora
Deixou-me num frenesim
Porque quem ri também chora
P'lo amor que não tem fim!

28/02/2017
Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações