Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Follow me...


Álamo Oliveira

por Azoriana, em 22.04.04

O meu coração é assim

OLIVEIRA, Álamo.
"o meu coração é assim" (antologia). Organização e Prefácio de Diniz Borges, Fevereiro 2003.
Edição da Câmara Municipal
de Angra do Heroísmo.

itinerário_gaivotas

"o meu coração é assim" in página 36:
"Itinerário das gaivotas"
Tinta da china s/papel
Colecção: Serafim Silva

"Das suas mãos sai um hino" (in Prefácio o verso de Álamo de Oliveira do poema rimance de nós-amor)

O lançamento deste livro foi no dia 22 de Maio de 2003, no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, conforme notícia do Diário Insular, nesta data. "... uma antologia com textos publicados nas últimas três décadas". "Com prefácio e coordenação de Diniz Borges e ilustrações de Álamo de Oliveira".
A notícia refere, ainda, que: "uma das figuras mais conhecidas da cultura açoriana, com uma extensa obra". Poesia, romance, conto, teatro (um dos fundadores, e principais impulsionadores, do grupo de teatro Alpendre) e o ensaio.
"Para além de escritor, Álamo Oliveira tem-se destacado no meio cultural açoriano como encenador, actor, pintor, artista gráfico, animador de cultura popular e regente de coro".
Na página 139, deste magnífico livro, leio e concordo plenamente com a frase do autor: "E, assim, posso dizer que este é o «meu» livro bonito".
Dedico-lhe estas, mal notadas, quadras:

"O Meu Coração É Assim",
do Poeta Álamo Oliveira,
uma Antologia, para mim:
A melhor da Ilha Terceira!

Tem uma dedicatória
que jamais esquecerei,
enquanto eu tiver memória,
sempre, sempre a lembrarei!

Eu não tenho grande saber,
mas sinto um grande carinho,
a todos eu quero dizer:
Viva o Poeta do Raminho!

22 de Abril de 2004
Azoriana

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tema 5. Voluntariado, o que é?

por Azoriana, em 22.04.04

Texto de um Colaborador
Um agradecimento muito especial.

Voluntariado na Ilha Terceira

"O voluntariado é uma iniciativa, executada gratuitamente, quer por algumas instituições sem fins lucrativos, quer por pessoas individuais, tendo por objectivo fulcral servir o próximo melhorando, sempre que possível e de acordo com as capacidades financeira e humanas destes grupos, a qualidade de vida das populações, sobretudo aquelas que são fustigadas por catástrofes, os desamparados e os pobres.
Nos Açores, mais especificamente na Ilha Terceira, meu berço natal, conheço três Instituições e um conjunto de mulheres e homens que se dedicam à prática salutar do Voluntariado. São eles: os Bombeiros Voluntários, a Cruz Vermelha Portuguesa; as Conferências Vicentinas e as mulheres e homens que prestam, gratuitamente, os cuidados básicos aos idosos do Lar da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo.
Os Bombeiros Voluntários, dispersos pela ilha em três zonas distintas - Angra do Heroísmo, Praia da Vitória e Altares -, para além de acudirem aos fogos e sinistros rodoviários, prestam um serviço altamente meritório no transporte de doentes para o Hospital e Centros de Saúde assim como os primeiros socorros a esses enfermos. Por várias vezes, fazendo valer a sua experiência e perícia na prestação dos primeiros socorros, conseguem manter vivas, até alcançarem os Hospitais, pessoas que de outro modo sucumbiriam rapidamente.
A Cruz Vermelha. É uma instituição que eu considero estar dotada de gente muito capaz e que desenvolvem um trabalho fundamental junto das populações, nomeadamente no transporte de doentes para Hospitais e Unidades de Saúde, na prestação dos cuidados médicos básicos em recintos desportivos, na distribuição de géneros alimentícios, roupas e tendas de campanha em caso de sinistros naturais ou a pessoas mais necessitadas.
As Conferências Vicentinas são uma Instituição ligada à Igreja Católica e que visa cumprir os objectivos do seu fundador, Frederico Ozanam. Procuram, as pessoas que fazem parte deste movimento, servir os mais pobres, nomeadamente levando-lhes conforto material e espiritual e penetrando em bairros e becos muito problemáticos do ponto de vista social que algumas instituições públicas, mantidas com o dinheiro de todos nós, fazem, às vezes, "vista grossa".
Por último, os voluntários da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo. São, regra geral, pessoas que deixaram a vida activa e, para ocuparem o tempo livre (que eu considero de uma maneira sublime e meritória), dedicam-se a cuidar dos nossos irmãos mais velhos que, devido à idade e à doença, já não possuem capacidade psíquica e motora para executarem os afazeres básicos fundamentais: comer, vestir e a higiene pessoal.
Em minha opinião e para concluir, acho que a melhoria das condições de vida de todos nós, num âmbito Planetário, passa pelo exemplo e prática destes grupos que são o oposto ao egoísmo, à ganância e estupidez humana que nos estão lançando numa putrefacção social de contornos imprevisíveis e demasiadamente perigosos".

Obrigado
Azoriana

Autoria e outros dados (tags, etc)

Explicação com a Ajuda do Sapo

por Azoriana, em 22.04.04

O que é um Blog?


"Um Blog é um registo cronológico e frequentemente actualizado de opiniões, emoções, factos, imagens ou qualquer outro tipo de conteúdo que o autor ou autores queiram disponibilizar".
"É sempre uma forma do seu autor ou dos seus autores se expressarem, de publicarem o que querem ver publicado, e que provavelmente não se enquadraria em qualquer outro meio de comunicação".
Entre outros objectivos, "um Blog também pode servir para fazer ouvir uma voz (ou várias vozes) que não teriam a possibilidade de se expressarem em qualquer outro meio".

Blog e Página Pessoal


"O Blog difere de uma página Pessoal na medida em que as actualizações são muitíssimo mais frequentes do que as que são habitualmente feitas a uma página pessoal, e porque tem um conceito cronológico associado". No meu caso, associei uma hiperligação para a minha página pessoal, intitulada "Um Olhar...".
Portanto, o meu Blog (web log) inclui de tudo um pouco e trata de variados temas/assuntos (regionais) relacionados com interesses pessoais e outros textos e opiniões de colaboradores, que prezo muito.

 

Blogosfera


Fica-se a pertencer à Blogosfera que "é toda a comunidade e conteúdos que constituem os Blogs". "O conjunto de quem faz, de quem disponibiliza e de quem lê Blogs é a Blogosfera".


Pesquisa em Blogs


"Cada Blog tem uma opção de pesquisa interna, que procura dentro de todo o Blog os artigos pretendidos, de acordo com as palavras indicadas no campo da pesquisa".  Ou então, da seguinte forma:

  1. Ler o artigo recente que surge, ao abrir, no Blog;
  2. Escolher um dos títulos dos artigos da lista de artigos recentes (ver "Primeira página");
  3. Escolher o mês para ver artigos arquivados em "Páginas seguintes";
  4. Ou, ao longo da barra lateral, nos títulos evidenciados;
  5. Pode ainda recorrer à Pesquisa oferecida pelo SAPO (antes de entrar em qualquer Blog);
  6. Pode aceder às tags no Índice para localizar os artigos de acordo com o assunto principal listado na barra lateral do blog.
  7. Se pretender imprimir ou copiar algum artigo ou trecho deve sempre indicar a autoria ou fonte da informação.

Periodicidade dos artigos


Em resumo, adicionar artigos sobre poesia, história, acontecimentos regionais, imagens, etc. poderá ser diário, semanal ou mensal ou sempre que haja disponibilidade, isto porque se durante 3 meses não houver actualizações poderá ser excluído, com aviso prévio.


Esta é a descoberta simpática de uma forma de estar viva, sem ofensa.


Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações