Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

Vivendo e Aprendendo...

31.01.06 | Rosa Silva ("Azoriana")

O que eu tiver ao contrário
Contigo vou endireitar
Se torto há em meu diário
Direito há-de ficar.

Vou aceitar o que me dizes
Tu só queres ver-me feliz
As
maiúsculas são actrizes
Neste verso que te fiz.

E se para ele olhares
Verás gosto a transbordar
O verso tem novos ares
Foi feito sempre a cantar.

Rosa Silva ("Azoriana")

Último de Janeiro com várias leituras...

31.01.06 | Rosa Silva ("Azoriana")

E o mês de Janeiro chega ao fim.
Como devem ter reparado, sobretudo os mais atentos, eu durante este mês coloquei em destaque as «Leituras do dia», de propósito.
Houve uns dias que não tinha marcado a «Leitura do dia» dos blogs, por motivos vários.
Para que os 31 dias fiquem completos com a selecção das "Leituras do dia", vou a seguir listar as minhas escolhas, para intercalar nos dias que estavam sem registo, a saber:
Dia 8 - a Norte;
dia 13 - "Invertido";
dia 14 - GiraFlor;
dia 18 - Carnaval Terceirense;
dia 20 - Sunshine;
dia 25 - Fábulas

Leituras do dia 

Janeiro de 2006

  1. Doce Rebelde
  2. Receitas com rima
  3. Frases e Poemas
  4. Fio de Prumo e Grupo de Gracilene Pinto
  5. Ailaife Blog
  6. porto das pipas
  7. Alma de Poeta
  8. a Norte (no artigo de 31 de Janeiro)
  9. Ideias e Ideais
  10. Grilinha
  11. A Minha Matilde
  12. Arte por um canudo
  13. "Invertido" (no artigo de 31 de Janeiro)
  14. GiraFlor (no artigo de 31 de Janeiro)
  15. «História da Minha Vida»
  16. Galeriacores de Jorge Gonçalves - Ilha Graciosa
  17. Rapariga das Laranjas
  18. Carnaval Terceirense (no artigo de 31 de Janeiro)
  19. An'arka
  20. Sunshine, de Ermesinde. (no artigo de 31 de Janeiro)
  21. Blog dos Golfinhos
  22. Daniel Arruda
  23. Aroma de mulher
  24. Foguetabraze
  25. Fábulas, de Aveiro - (SaltaPocinhas) (no artigo de 31 de Janeiro)
  26. Oceano sem fim

Desambientado

  1. Fernão Capelo Gaivota
  2. A Minha T-Shirt

Ofeliazinha Devaneios do Quotidiano...

  1. Parada de Gonta
  2. Escrevo apenas

Vértice da Alma

  1. Pé de Vento

 

Leitura do dia

Texto alusivo à primeira parte da Surpresa.

 

Segunda parte da Surpresa

Vencedora sorteada com o nº 25, que corresponde ao dia 25 de Janeiro de 2006 é a "saltapocinhas" do blog Fábulas

Leio «Pé de Vento»

31.01.06 | Rosa Silva ("Azoriana")

Pé de Vento 
"Palavras à Solta" e uma leve brisa que sopra do coração é o que nos apresenta a autora deste blog amigo, que surgiu em 23 de Março de 2004.
A autora no seu primeiro artigo revela-nos que é "Apenas um diário de viagem...da viagem pela vida, pelos encontros e desencontros, que provocam tantos pés de vento em cada um de nós. (...).
Vamos viajar até lá para espreitar as antigas e as novidades.
Beijinhos

E. Vieira a autora de «Vértice da Alma» - em dia de leitura

30.01.06 | Rosa Silva ("Azoriana")


"Vértice da Alma"
é um blog lindo, de Poesia, que devemos visitar e comentar. A autora merece.
Eis um poema recente, que a autora apresentou no Grupo MSN Azoriana, em resposta a um Desafio:

Semeio palavras nas páginas brancas
Deste tempo
Que nos vai acariciando
Enquanto a alma se envolve
Em brumas de Silêncios.

De silêncios são feitas
As nuvens onde a alma paira
Quando o céu toca
As mãos de uma mulher
Que vai dedilhando
Os fios do infinito.


© E. Vieira

Lagoa das Sete Cidades
Bem-hajas!

A leitura do inesquecível Blog «Parada de Gonta»

29.01.06 | Rosa Silva ("Azoriana")
align=center>height=238 alt="Parada de Gonta" src="http://paradadegonta.blogs.sapo.pt/arquivo/PG vista parcial.JPG" width=319 border=0>
(imagem in Parada de Gonta)
align=justify>De Parada de Gonta, do blog com o mesmo nome, vêm estes ares pitorescos e um artigo novo que li, atentamente, hoje.
É um blog que visito assiduamente e há uma amizade entre Parada de Gonta & Serreta, através desta via tecnológica. Após um merecido descanso eis que o autor voltou com um bom incentivo. Bem Hajas! E um grande abraço da Azoriana.
Escolhi um poema que gosto muito, do autor do blog, que foi publicado no dia 17 de Novembro de 2004, que corresponde ao dia da inauguração do mesmo:
align=left>Aldeia Formosa

Parada de Gonta, bela.
Minha Terra de Natal,
Freguesia de Tondela
Aldeia de Portugal.

És formosa, tão segura
Entre serras, pelo vale,
Na natureza tão pura,
Alma nobre sem igual.

Tens a beleza da cor
Na rebeldia atrevida,
A paisagem deslumbrante
Debruçada no Pavia.

E a tua virtude é tanta
Um dom de Deus, quem diria,
És encanto para os nobres
Fonte e mesa para os pobres
E musa para a poesia!


CAH.2004






















Um poema que gosto muito de Denis Correia Almeida

29.01.06 | Rosa Silva ("Azoriana")

Açores da minh'Alma

Toda a fragrância botânica,
Dos jardins de Portugal;
Lê-se no viaOceânica,
E no AZORESdigital.

O mesmo mar que alaga,
A terra que habitamos;
Recebe em cada vaga,
As saudade que mandamos.

No meio do Norte Atlântico,
Está o berço dos imigrantes;
Que hoje as ondas em cântico,
Beija-o por nós tão distantes.

Imigrante que te encontras,
Ausente de quem queres tanto;
Das nove ilhas; nove montras,
Do Divino Espírito Santo.

A última das Três Pessoas
Com anjos, cantando hosanas;
Voou e pousou nas coroas,
Das ilhas Açorianas.

Açores, qual jardim da frente,
Dum pai que tem nove filhas;
Da América p'ró Continente,
Primeiro se entra nas nove ilhas.


Denis Correia (*)

(*) É natural da Vila das Lajes, ilha das Flores, Açores. Segundo a nota prévia na ViaOceanica.com vive actualmente na cidade de Hamilton, no Ontário, Canadá.
Por favor sigam este link, para ler mais sobre o Poeta e seus Poemas.

Agradeço reconhecida o bonito e-mail que me foi dirigido por Denis Correia Almeida. Bem-haja!

Sonho

29.01.06 | Rosa Silva ("Azoriana")

Sonho.
Sonho sussurrado
Nas ondas de Morfeu,
Entre o mar e o céu
Vou voando embalado
No azul do olhar teu.

No azul do olhar teu
O sonho desabrocha,
Contornando as baías,
As muralhas, enseadas e a rocha
Do teu corpo,
No azul do olhar teu.

Sonho.
Sonho docemente,
Como sonham as crianças,
Sem medo
Das ondas mansas,
Sem medo
Do sonho meu.

Luís Dias d'Avelar

Recomendo a leitura de...

28.01.06 | Rosa Silva ("Azoriana")

logotipo

Um blog que sigo com atenção e sei que tem artigos com o significado dos sonhos e muita cultura.
Talvez seja desta que a autora me vai ensinar a colocar a contagem de palavras por artigo. Acho isso muito interessante.
É um blog terceirense por isso é uma das inscritas no E.B.I.T e é nossa Colaboradora.
Um obrigado especial e "Até já Camarada!" :-)

Pág. 1/6