Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

E deu-me para isto...

31.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

O amigo AFlores tem razão com os seus comentários e realmente a situação de Portugal não está muito famosa. Mas "quem canta seu mal espanta" é o que sempre ouvi dizer e eu agora deu-me para isto:

 

Olha então faz como eu
Para esquecer as agruras
Viro-me para o Europeu
E largo da mão as facturas.
Pode ser que a Selecção
Seja mesmo a distracção
De Portugal e arredores
Enquanto jogam à bola
Vão metendo na sacola
E são p'ra eles os louvores.

E cá vou eu, cá vou eu
A caminho do Europeu
Vejo p'la televisão
Os jogos da Selecção.

Se for mesmo p'ra contar
A miséria que nós temos
Mais vale então cantar
E gastamos muito menos.
Passamos a andar a pé
A remar contra a maré
Deixamos o carro em casa
Um transporte colectivo
Irá ser o objectivo
E assim ninguém se atrasa.

E cá vou eu, cá vou eu
A caminho do Europeu
Vejo p'la televisão
Os jogos da Selecção.

[TUDOPORTODOS] Euro 2008 - A Selecção Portuguesa

31.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

A Selecção Portuguesa
Tem com toda a certeza
Nossa força salutar
Numa onda de euforia
Munida de simpatia
Nos Açores a gritar:

Portugal, Portugal!
Jogar, Jogar, Triunfar!
Jogar, Jogar, Triunfar
Portugal, Portugal!
Jogar, Jogar, Triunfar!
Jogar, Jogar, Triunfar!

 

A força das cinco quinas
Nosso clube iluminas
Os heróis desta Nação
Canta, canta Portugal
És o grupo ideal
Viva a nossa Selecção!

 

Rosa Silva ("Azoriana")

 

Nota: Vota no primeiro blog terceirense que participa em [TUDOPORTODOS] - Futebol, Gente e Toiros. Visite o artigo do blog, onde me inspirei para fazer este. Não me vou inscrever porque já participei com o meu voto no:


   
   

Em defesa da Blogosfera e contra a ignorância...

30.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

Acabo de chegar do Ponto Sapo. Já no Charquinho encontrei matéria que dava pano para mangas.


Há ainda tanta ignorância em relação à blogosfera.


Todas as palavras podem ser lidas aqui e aqui.


A televisão é, tal como os blogs, um meio de divulgação que nos arregala a vista e estremece o coração com certas notícias.


A blogosfera tem coisas boas e más como as notícias também. A blogosfera é o MELHOR meio de divulgação daqueles que nunca teriam oportunidade de expor as suas opiniões e criações por outros meios muito dispendiosos.


Um blog é um amigo. Só é mau quem não o trata bem.

Cristiano Ronaldo - Number 1

30.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

 

O herói da bola


O retrato do pai


Boa gente


Especial


Hoje e sempre em destaque


Um bocadito vaidoso


Um bocadito supersticioso


Um ídolo


Um vencedor


Um artista


O favorito


Um rei dum lar de ouro


Um sonho de homem


O famoso

O príncipe do preto e vermelho


A marca que corre mundo


Imagem em formato XL


Clássico, Tranquilo, Seguro (o carro)


Romântico


Com estilo


and so on...

 

Congratulations!

Destaque: o Poema da Joanina - "Terceira, minha menina"

30.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

Não quero, de forma nenhuma, deixar oculto o comentário da minha amiga, emigrante na Califórnia, que me trouxe um rico poema alusivo à nossa ilha Terceira, da sua autoria. Já deixei todo o meu apreço pelo seu poema inédito no blog, onde ela expõe a sua produção, que considero de alto nível e que mostra um grande amor pela sua/nossa ilha.

Podem vê-lo no Blog da Joanina mas quero também colocá-lo em evidência aqui. Parabéns e não sei o que dizer mais.

Eis a beleza de que vos falo:

 

Terceira, minha menina

Terceira tão linda flor
Neste abraço de amor
Afogo minha saudade
Desde que de ti parti
Só tenho olhos para ti
E ser ilhéu é mais verdade

Esta alma de emigrante
É um mistério intrigante
Que eu não sei explicar
É ter lava de um vulcão
A atear no coração
A espr’ança de regressar

É ser basalto a pulsar
Por entre a espuma do mar
Nos rochedos a bater
É ter tristes, negros olhos
E enfeitar da saia os folhos
Com brumas de entardecer

Do outro lado do mundo
O meu sentir é profundo
E é triste este meu canto
E neste abraço de bonina
Terceira, és minha menina
Eu te amo e te quero tanto!


"Joanina"
Paula Belnavis
- Califórnia -

30 de Maio de 2008

O desafio (1) - Paisagem serretense

30.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

 

Creio na cor do mar, num átrio vivo;
Creio neste torrão em tom festivo,
Que nos prende o olhar ao seu encanto
E à pureza deste verde manto.

Amo a Serreta rubra, no atractivo
Rochedo a céu aberto apelativo,
Beijado pela onda, terno canto
Do mar que vocaliza o verso santo.

São cantatas à lava dum vulcão
Adormecido p'la vegetação
E pedra fria, para nos dar calma...

É assim que eu te vejo ó linda terra.
- No lençol manso da pequena serra
A Ponta do Queimado abre-me a alma!



Rosa Silva ("Azoriana")

 

Em http://www.sonetos.com.br/sonetos.php?n=12546

Índice temático: Desenho sonetos

Alma inteira

29.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

Canta a minha alma inteira
Esta ilha que afago
Do lilás que venero
De um trago...


Mas quem me ouve este grito?

Quem me cala este canto?

Ninguém?!


Sou de perto
E vou p'ra longe
No barco de papel
Vivo
Onde privo
Este sentir de água doce
Como se salgada fosse.


É na ilha que me deito,

É da ilha este efeito...


Eu sou desta alma inteira

E por ti canto... Ilha Terceira!

 


Rosa Silva ("Azoriana")

A chegada da Rosquilha!

28.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

A rosquilha veio do Pico e na viagem quebrou um pouco...

E foi nesta Quarta-feira
Que chegou à ilha Terceira
Propriamente ao Corpo Santo:
Uma rosquilha famosa
Que deu rimas e deu prosa
Inspiradas pelo encanto.

Certamente o avião
Deve ter dado "baldão"
E cá chegou tri-partida.
Mas isso não lhe faz mal,
Mantém sabor natural
Típico da ilha erguida.

Erva-doce eu percebi
Nas fatias que comi,
Oxalá eu esteja certa.
Usam outros ingredientes,
Na Terceira são diferentes,
Mas a Salomé é esperta.

Fez rosquilhas - boa massa!
Deu-lhe toda a sua graça
E mandou-a com carinho.
P'ra Joanina provar
Quando para cá voltar
Guardei um bom bocadinho.

Cada ilha com seu uso
E não considero abuso
Elogiar a cozinheira;
Minha querida amiga
É p'ra ti esta cantiga
Não será a derradeira.

Mais tarde vou-te enviar
Prendinha deste lugar
Para te lembrares de mim;
E no fim desta canção
Mando enorme saudação
E abraços de alfenim.

  Muito obrigada!
2008/05/28
Rosa Maria

Pais e filhos

27.05.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

Com desavenças dos pais
As crianças sofrem mais
E ficam cheias de medo;
Há que saber explicar-lhes
E muitos afagos dar-lhes,
Não fazer do mal segredo.

A boa explicação
Do porquê da separação
Com toda a sinceridade,
Faz a criança entender
Que neste mundo viver
Há-de ser com mais verdade.

Quando falha o amor,
O diálogo vira lutador
Traz desordem e loucura;
Os filhos são melhor bem
Que o pai e a mãe têm
Se não falhar a ternura.

Depois chega uma idade
Que lhes "fogem" de verdade
Seguem uma nova vida;
Podem ter no coração
A dor da separação
Mas vai sendo esquecida.

O pior é pai e mãe
Que os filhos, com desdém,
Não os querem ao redor:
No asilo os vão deitar
Porque já não podem dar
Os cuidados de maior.

Mas a vida é mesmo assim
Uma boa e outra ruim
Ao longe e aqui ao pé.
O que interessa sobretudo,
É orar por isto tudo,
É manter firme a fé!

 

Nota: A propósito de um poema de C.B.S., a poetisa de Góis. O seu nome já todos devem saber. É Clarisse.

Pág. 1/8