Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

Victor Santos na Terceira (Dança de Espada 2017)

28.02.17 | Rosa Silva ("Azoriana")

Victor Santos - 02/2017

Victor Santos na Terceira
Com uma Dança de Espada
E trouxe uma verdadeira
Lição de regra sagrada.

Vi o "Poder do Divino"
Com atenção redobrada
Cada canto era um hino
Cada rima uma balada.

A Coroa do Espírito Santo
Numa mesa ornamentada
Mexeu comigo tanto, tanto,
Na cena que foi "roubada".

Que linda Dança de Espada
Que nos prendeu a atenção
Eu estava consolada
Com as vozes da canção.

Victor Santos e as filhas
Que são mesmo de louvar
Suas pérolas, maravilhas
A tocar e a cantar.

A primogénita cantou
Com uma voz tão airosa
Que no coração plantou
Uma linda e fresca rosa.

No fim dou meus parabéns
A todos os teus atores
Belo conjunto que tens
P'la ilha dos teus amores.

E na ideia eu retive
Uma outra que ele deu
Se a minha vida 'inda vive
É pra dar um sonho meu.

Dança de Espada afinal
Faz parte da tradição
E uma p'lo Carnaval
Honra e dá nova lição.

Victor Santos veio à Serreta
Porque lá tem a Senhora
Dos Milagres do planeta
Que o abençoa agora.

Eu dei por mim a dizer
"Vai ter" dito baixinho
Uma dança a condizer
Com o seu bravo carinho.

Assim um dia de graça
Sem forçar minha missão
Que Dança de Espada faça
Com a Mãe da inspiração.

A Serreta bem merece
Cumprir com essa função
Cada dia que amanhece
É um nova oração.

Obrigada caro amigo
Que deste voz à canção
Que a Senhora vá contigo
P'ra tua rica nação.

É com a força do amor
Que tens à tua Terceira
Que mereces cada flor
Da minha q'rida Padroeira.

Agora para findar
O que nem sequer começou
Um abraço vou mandar
A quem o Céu inspirou.

Cortesia e formosura
Beleza e um bom papel
Honraram nossa cultura
Com o brilho do painel.

Avé Mãe cheia de graça
E o Poder do Divino
Que em tudo que se passa
Rege o amor e o destino.

Adeus até outra hora
Que ouças falar de mim
Porque a minha mãe agora
Deixou-me num frenesim
Porque quem ri também chora
P'lo amor que não tem fim!

28/02/2017
Rosa Silva ("Azoriana")

O valor da oração

26.02.17 | Rosa Silva ("Azoriana")

Há uma luz brilhando
Como brilham estas linhas
Por quem está moldando
As ideias que são minhas.

Quatro meses coroando
Uma das muitas rainhas
Que no céu está cantando
Como cantam avezinhas.

Seu sorriso resplandece
Numa moldura feliz
Com ares de animação.

A família não esquece
Quem na terra sempre quis
O valor da oração.

Rosa Silva ("Azoriana")

Carnaval 2017

23.02.17 | Rosa Silva ("Azoriana")

Carnaval

Bom dia Terceira
Na festa ligeira
Sem outra igual
E neste segundo
Abraços ao mundo
Neste Carnaval.

Não vou em bailinho
Nem o cavaquinho
É meu instrumento.
Porém vou dizer
Bem enaltecer
O vosso talento.

Magia bonita
Um laço de fita
E a fantasia
Há festa geral
E o pessoal
Liberta poesia.

Meu Deus como é belo
Tecido amarelo
Com lindos brilhantes
O verde e o azul
Em sedas e tule
Vestidos galantes.

A partir de agora
Não importa a hora
Vamos festejar
O emigrante gosta
E até faz aposta
Em nos visitar.

Foguete pró ar
No céu a estalar
A todos convida
A ir ao salão
Ouvir a canção
No tom que dá vida.

Pra bom Carnaval
Ninguém leva a mal
Esbanjar alegria
Porém hoje lembro
Que partiu um membro
Neste exato dia.

Dia vinte e três
Por mais que uma vez
Faz de fevereiro
Lembrar o meu pai
Que o Carnaval vai
Ser o sinaleiro.

E o "Santa Maria"
Que na dança ia
Com acordeão
Agora só vê
O povo que crê
Nesta diversão.

Viva a nossa gente
Que serve contente
A graça da vida
Façam sua peça
Cumpram a promessa
De ser divertida.

Rosa Silva ("Azoriana")
23/02/2017

Pai
Carlos Cândido (meu pai)

Carlos Andrade

Cadeira de poeta

21.02.17 | Rosa Silva ("Azoriana")

Cadeira

Daquela cadeira voltada pró mar
Eu sonhei que ouvia seu belo rimar
Um ano se conta da sua partida
O Carlos Andrade que deixou a vida.

Foi "Santa Maria" que ouvi cantar
Tive tanta pena de não igualar
O seu canto firme na força vivida
E me deixa agora tanto mais sentida.

Foi o mar da ilha, nas suas marés,
Que levou a filha e o fez sofrer
E do mar ele era mesmo sem o ser.

Quero então rimar porque ainda és
Voz de fevereiro, "Praça da alegria",
Dia do meu pai e de "Santa Maria".

23/02/2017
Rosa Silva ("Azoriana")

O rosto maior

21.02.17 | Rosa Silva ("Azoriana")

O rosto maior

Eis o rosto de um Deus maior
Vigia o mar augusto de dura fé
Mantém-se aprumado mesmo ali à ré
Na vista que eu vinco pra se ver melhor.

De olhos cerrados já o sei de cor
Mais o mar de raiva que cruza o sopé
Da mitra assente na cabeça até
Que cale o murmúrio que é o pior.

É ali que eu busco o encantamento
E firmo a vista àquele monumento
Que Deus quis tecer na maior medida.

Seu rosto é tal, triste, transtornado,
Guardião assente no mar do Queimado,
Um rosto que eleva quem perde a vida.

Rosa Silva ("Azoriana")

Bom Dia de Amigos!

02.02.17 | Rosa Silva ("Azoriana")

Dia de Amigos 2017

Nossa ilha dos amores
A Terceira dos Açores
Abre o palco da folia;
Com os novos e os antigos
É o Dia de Amigos
Celebrarem a alegria.

O Carnaval dá o mote
Para se largar o bote
No mar da satisfação;
Não é tarde nem é cedo
Já se decora o Enredo
Despedida e Saudação.

Haja festa em abundância
Sem recortes de ganância
Nas mesas da Região.
Põe o chapéu na cabeça
A máscara que apareça
Ou basta a tua feição.

Dou Bom Dia aos Amigos
Com vento pelos postigos
E o sol a rebentar...
Angelica, pão e vinho
"Cuidado com o caminho"
Para bem se festejar!

Rosa Silva ("Azoriana")