Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

Ti' Armando Alves - Homenagem póstuma

26.03.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

armando_alves26032020.jpg

Que Deus te receba em Paz
Com delícias de melodias
O Homem que falta faz
A Pezinhos e Cantorias.

Tocou p'ra mim algumas vezes
Para o que minha voz içava
Sorria-lhe sem revezes
E isso para mim bastava.

Esta hora é muito ingrata
Fruto do nosso afastamento
Só o coração é que trata
Do "adeus" neste momento.

Ensinaste muita gente
Para nós tocaste tanto
Connosco não estás presente
Mas ficas sempre garanto.

Adeus nosso querido irmão
Da viola companheiro;
O toque da tua mão,
Continue a ser certeiro
Junto de Deus a salvação
Seja o tom verdadeiro.

Rosa Silva ("Azoriana")

Véu de sol (à fotografia de Arsénio Romeiro, da freguesia da Serreta)

26.03.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Foto de Arsénio Romeiro

Foto da autoria de Arsénio Romeiro, residente na freguesia da Serreta - ilha Terceira - Açores

Mandou Deus do seu alforge
Um véu para proteção
Da fina ilha de S. Jorge,
Com quente coloração.

Da Serreta se avista
Esta beleza infinda
E graças ao bom artista
A cena fica mais linda.

Arsénio da freguesia
Que preza muito a paisagem
"Romeiro" em fotografia
Dá-nos alento à miragem.

Mesmo longe, estou perto,
Estou na mesma terra então,
Que me parece um deserto
Neste março, bela estação.

Véu do sol, me ocorreu,
Logo à primeira vista,
E a saudade me acendeu
O amor que me conquista.

Dos Milagres, ó Senhora,
Toma bem conta de nós,
A quem sofre muito agora
Por um vírus tão atroz.

26/03/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

 

Sonho da madrugada

21.03.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

O sonho da madrugada
Num apelo ressoou
"Escravos da Caminhada"
A Senhora me chamou.

Depois desta quarentena
E reserva de saídas
Muito mais que uma dezena
Hão de andar nas subidas.

E pelos caminhos da ilha
Dos Milagres, Mãe Aurora,
Far-se-á uma partilha
De quem se salvar agora.

As mães velhinhas delegam
Em quem tal causa aceitar
E nossos caminhos eles regam
Com seus pés a caminhar.

E ao jovem promissor
Seja ele crente ou não
Faz o gesto de Amor
Faz-se Escravo da missão.

Salve nobre Padroeira
Da Serreta Santuário
Salva o povo da Terceira
Salva a todos com Rosário.

João Pires, o Reitor,
À porta da viva igreja,
Seja o bordão de Amor
Ao sonho que me enseja.

O caminho de Esperança,
A origem da Virtude,
Sinto a flor de Criança
A orar pela Saúde!

Quem aceita esta Graça
Da mente nascida agora;
O "SIM" ó Mãe se Te faça:
Sim! Virgem Nossa Senhora!

Teu sorriso nos espera,
Em coro de humildade,
No florir da Primavera...
Salva nossa Comunidade!

21/03/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

Diário solitário

20.03.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Quero saber

Como estão os meus familiares, amigos e famílias?

Parece que não nos vemos há eternidades...

Julgo estar num fim de semana prolongado em que o relógio perdeu a pilha e os ponteiros rodam na mesma.

Onde estou? Desconheço-me. Pergunto-me pelos afetos e pelos meus filhos (não vejo 2 há algum tempo).

Para onde vamos? O silêncio não é um frasco com tampa nem uma estrada vazia. Ainda circulam alguns transportes com rodas (muito menos que antes).

A minha memória é que foge, foge sem controlo...

Estarei a ser vítima de uma solidão íntima?!

Gostei de conversar com Victor Rui Dores. Gostei de aprender novas formas de trabalho. Gostei de ler livros que esperavam na prateleira do meu cantinho (só meu e de tantos autores de gabarito). Gostei de limpar o meu lar. Gostei de "conversar" sem falas (só com toques de teclas). Gostei de ser útil a quem me pede. Gostei dos meus felinos espantados com a mudança de rotinas...

Gostei de escutar e ver o nosso Diretor Regional da Saúde e o Presidente do Governo Regional com aparências que nos imprimem tranquilidade...

Só não gosto desta dúvida do tempo intemporal.

A Saúde de um é a Saúde de todos!

20/03/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

Dia do Pai

19.03.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Pai

Deste a semente da vida
Que a minha vida tem
E a mesma foi seguida
Aos que quero muito bem.

Pai

Foste embora num Carnaval
Esse que tanto gostavas
Hoje é um Dia especial
P'lo Amor que a tudo davas.

Ao trabalho que tanto deste
E continuas a dar
Pelo tanto que fizeste
A quem tinhas no teu lar.

Pai

Ficaste sem tua mão,
Ficaste sem uma perna,
Deixaste teu coração
Na minha lembrança terna.

Pai

Gostava tanto de ver
Tua faina e tua flora
E também de perceber
A força que tenho agora.

Pai

Uma força ou utopia
De fazer tudo perfeito
Pelo tanto que eu via
Feito com plaina a direito.

Pai

Perdão se te ofendi
[Será tarde para pedir?!]
P'las vezes que não entendi
O que querias transmitir...

Pai...

19/03/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

Imagens lindas. Tristes dores

15.03.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Ó Bom Senhor, flagelado,
Para bem da humanidade:
Triste o ar da Soledade,
Querida Mãe a Seu Lado.

Nosso Jesus tão amado,
Da crente comunidade...
[Dói-nos a eternidade]
Neste dia é adorado.

Por ser Procissão de Passos,
Na Serreta (sem a gente),
Vai andar na nossa mente.

Na mente dá-nos os braços!
Na mente beijos nas mãos...
Sejamos unos Cristãos!

Rosa Silva ("Azoriana")