Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

31/05/2020 - 1º Bodo do Espírito Santo

31.05.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Celebra-se no coração
Este dia de sol quente...
Partilha de vinho e pão
Pela porta da nossa gente.

Não se faz Coroação
Este ano é evidente;
Que se faça a doação
De Saúde tão somente.

Ninguém se meta ao perigo
Seja familiar ou amigo
Nesta Festa de encanto.

Cumpra a regra de igualdade
Partilha é a Caridade:
Padre, Filho, Esp'irto Santo!

Rosa Silva ("Azoriana")

Espelho cristalino

24.05.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Ó que espelho cristalino
Do querido Santuário
Reluzente é o divino
Caminho extraordinário.

Que Ricardo Laureano
Sempre bem-vindo seja
E que a Senhora do ano
Com Amor sempre o proteja.

É um dom que ele tem
Que reconheço e admiro
Seu engenho fica bem
E por bem a ele refiro.

Admirável é a visão
Única e especial
Que serve pra ilustração
Da rima tão natural.

24/05/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

Nota: À imagem da autoria de Ricardo Laureano, com imensa gratidão.

Violetas de poesia lilás

21.05.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Violetas

 

Ai, violetas, violetas da poesia lilás, na ilha onde ela se faz!
Do meu regaço voem flores que, por Deus, se criam nos Açores.
A quem sempre me amou e mesmo para quem não gostou: ei-las!
Guarde-as Deus!

Rosa Silva ("Azoriana")

Flores para Maria

13.05.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

A treze de maio Maria
Quis dar prova de carinhos
E fez relembrar o dia
Aparecendo aos Pastorinhos.

Pastorinhos de Portugal
Perante uma Rainha
E quem crê nesse sinal
Mais alegre então caminha.

Voando o pensamento
Para o lindo Santuário
É mais veloz que o vento
A Rainha do Rosário.

Ave Mãe Celestial
Que disseste a Deus "Sim";
Afasta de nós o mal,
Somos flores no Teu jardim!

Rosa Silva ("Azoriana")

Na véspera de Maria (29 anos da visita do Papa João Paulo II)

12.05.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Que linda a flor de maio
Que do meu ventre nasceu
No teu olhar eu ensaio
A rima do verso meu.

Tens o olhar de magia,
Sereno, meigo e claro,
Mimosa flor deste dia
E um nascimento raro.

Que sejas sempre feliz
Em toda a atividade;
A Paula Meneses te diz
Que de ti terá saudade.

Quem te ama está contente
Aquele que te quer bem
Recebe um abraço da gente
E um beijo da tua mãe!

12/05/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

Muitos parabéns a Ernestina Alice Alves

10.05.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Uma senhora de Bem
Minha vizinha de outrora
Ajudou a minha mãe
Tem fé em Nossa Senhora.

Oitenta é bonita conta
Que louvo neste ensaio
Num domingo que aponta
Ser o segundo de maio.

Se viva minha mãe fosse
Estaria na mesma idade
Seria a alegria doce
Só nos resta a saudade.

Ernestina tão bondosa
No rosto sempre um sorriso
Aceite um beijo da Rosa
Que lhe dá este improviso.

10/05/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

Jardim da Fajã da Serreta

09.05.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Um jardim junto ao mar
No perfume da manhã
Onde abelhas tem o lar:
É a "Quinta da Fajã"!

Manuel Jorge o quinteiro
Com amor ao seu trabalho
Fez o jardim pioneiro
Com flores em cada atalho.

Onde já foi o celeiro
Da Serreta freguesia
Agora o verdadeiro
Jardim que é uma regalia.

Parabéns e muita sorte
É o que remato agora
Manuel Jorge segue forte
Te ajude Nossa Senhora!

Está perto da Capelinha
Primitiva da Senhora
Ela é a tua vizinha
E flores sei que adora.

Faz tudo o que puderes
Como eu tento fazer
Quanto mais valor lhe deres
Mais beleza irás trazer.

Rosa Silva ("Azoriana")

Ponta da Serreta

09.05.20 | Rosa Silva ("Azoriana")

Se há paraíso é aqui
Entre rochas enrugadas
Berço de verdes que vi
E revi horas passadas.

É um dueto beleza
Entre o negro e a verdura
É tão pura a natureza
Temperada de ternura.

É lugar abençoado
Para quem o sabe ver;
E também já foi citado
Pelo mar alguém colher.

Cores e tonalidades
Coroadas de magia
Que nos plantam as saudades
De voltar em qualquer dia.

Rosa Silva ("Azoriana")

Pág. 1/2