Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

Com a hora já mudada

31.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")

Com a hora já mudada
Menos uma para o coiro
Ontem não fui à tourada
"A corda é pior que o toiro".

De bruxas se fala agora
Da vassoura é que não
Trabalho fica de fora
Dá lugar à tradição.

Do Pão-por-Deus sou fã
Por lembrar dos filhos meus;
Celebra-se já amanhã
Cada qual lembre dos seus.

Abóbora pró Halloween;
A soca ou guloseima,
Escaldada "looking"
Com meia dose nos teima.

Farinha de milho escalda
E junta à outra de trigo
Condimenta-se a calda...
Não sei fazer já vos digo.

Dá saudade de ver a mãe
Nessa tradição antiga
E a minha irmã também
Que da massa é amiga.

Rosa Silva ("Azoriana")

28-10-2021: 40 ANOS INEM | Estrela da Vida

28.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")



Fonte: Serviço Nacional de Saúde. INEM

"O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) utiliza, desde a sua criação, o símbolo da “Estrela da Vida”. Esta é na verdade uma herança do anterior Serviço Nacional de Ambulâncias (SNA) que o registou em 1977 para uso exclusivo dos seus serviços. Hoje partilhamos a origem e a história da “Estrela da Vida” e qual a razão para ser considerada, em todo o mundo, como o símbolo da Emergência Médica."

(...)

"Significado do Símbolo

A “Estrela da Vida” é composta por seis faixas, tendo localizado no seu centro, ao alto, um bastão com uma serpente enrolada.

As seis faixas correspondem às fases que constituem um ciclo completo de ações em termos de Emergência Médica. Com efeito, enunciando-as de cima para baixo e segundo o movimento dos ponteiros do relógio, teremos:

• Deteção
• Alerta
• Pré-socorro
• Socorro no local do acidente
• Cuidados durante o transporte
• Transferência e tratamento definitivo

Quanto ao bastão com a serpente enrolada, colocado no centro da estrela, o mesmo simboliza a saúde."

"Estrela da Vida"

A Saúde é sentinela
A serpente a simboliza
Todos devem cuidar dela
Amigo é quem nos avisa.

Sem Saúde há mazela
O trabalho se inferniza
Todos devem ter cautela
Sabeis que ela é bem precisa.

«Saúde valor sem preço»
É expressão com apreço
O bastão do nosso leme.

Não se ignore a quem ajuda
Gratos a quem nos acuda:
"Estrela da Vida" - INEM.

Rosa Silva ("Azoriana")

Olho para minhas paredes

28.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")

Olho para minhas paredes
Que coloco pelas redes
E vejo-te o mãe querida
Por tanto que já passei
Foi de ti que hoje lembrei
Dezoito anos de partida.

Foi em outubro é certo
Que em mim ficaste perto
E de lembranças tamanhas
Fiz tanta quadra a rimar
Para unir a Terra ao Mar
Bem como outras façanhas.

Desde então eu colori
Os meus versos que vivi
Com maior intensidade
Corri mundo no pensamento
E debrucei-me no evento
Serreta na intimidade.

Adeus mãe até um dia
Que se encontre a alegria
De juntas irmos cantar
Perto do céu e das estrelas
Que, sem ti, não quero tê-las
No meu peito a iluminar.

Eras Matilde Correia
Que reúne a plateia
Para agora me escutar
Nem que seja um só ouvinte
Será sempre um requinte
Nesta arte de pautar.

28/10/2020 e 2021

Estás tão feliz agora
Por uma joia concreta
Teu nome já se decora
Na tua linda bisneta.

28/10/2021

Quinta-feira

Rosa Silva ("Azoriana")

Palavra de amor (in Maré de Poesia, Jornal da Praia)

26.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")

Amo a palavra que beijo
Como se beija uma flor
De um carinho benfeitor
Na folha do meu solfejo.

Amo mais do que desejo
Rendo-me à mais doce cor
De uma linha a sobrepor
O caderno onde rastejo.

Quando enlaço o verso nu
Num terceto quase cru
Ateia a minha vontade.

Vontade de ser amada
Na palavra declamada
Muito além de ser o que há de.

Rosa Silva ("Azoriana")

A mãe

19.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")

Mãe é de ouro ou de prata
A brava tela de amor
Pedindo à Mãe do Senhor
Zelo p'los filhos que ata.

Ata e quase não desata
Do seu ventre criador
Gera o botão de valor
Que voa e melhor se trata.

Estou feliz e digo: Sim!
Aos que nasceram de mim...
Eu vos amo igualmente.

Sigam, pois, a vossa vida,
E seja ela bem vivida...
[Filha, mãe, avó] contente.

19/10/2021

(Noite feliz)

Rosa Silva ("Azoriana")

"Não penses demais"

18.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")

Eu acordo a bom pensar;
A pensar volto a dormir...
Sou como a onda do mar
No rochedo a consumir.

"Não penses demais" dizias...
Sinto que tinhas razão.
Vejo que há maresias
Nos braços da escuridão.

A mente tanto me ocupa
E dá tanto que fazer
Como se fosse uma lupa
Ampliando o meu viver.

E porque penso demais?!
Insisto em perguntar-me...
Nem todos somos iguais
E pensar não seja alarme.

04:15
Rosa Silva ("Azoriana")

Cantar ou não cantar

17.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")

Levo desta vida a dor
Da voz não ter luzimento
Para acompanhamento
Do "dom de cantador".

Cantar é hino, é louvor,
É acorde de um talento,
É estrela de um momento,
Num dueto de valor.

Tenho pena, muita pena,
De não brilhar nessa cena,
Ao lado dos cantadores.

Até juro que não minto,
Se soubessem o que sinto:
Ser como jardim sem flores.

Rosa Silva ("Azoriana")

25° Aniversário de Paulo Borges

09.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")

Estás hoje a festejar
No palácio da comida
Onde poderás saudar
Os 25 de vida.

Já andaste por aí
Ou ali ou acolá
E eu a pensar aqui
Nas voltas que a vida dá.

Parece que ontem foi
O teu longo nascimento
E logo hoje se constrói
Mais valor ao teu talento.

De mochila tão pequeno
No sorriso sempre avante
Com olhar lindo e sereno
Foste bravo estudante.

Rosa Silva ("Azoriana")

05/10/2021. Gratidão

05.10.21 | Rosa Silva ("Azoriana")

Que seja abençoado
Quem ler este meu artigo,
Quem seja grande amigo
Ou quem me olhe de lado.

Que o bem que nos é dado
Não corra algum perigo;
Contigo e também comigo
O bem seja duplicado.

O que a mim desejares
Deseja também para ti
Enquanto estamos aqui.

E andes por onde andares
Põe a mão no coração
Sorrindo de gratidão.

Rosa Silva ("Azoriana")

Pág. 1/2