Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

América de sonho!

28.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

♡ Cá estou eu p'ra vos dizer
Cantando verso risonho
Que gostava de conhecer
A América de sonho.


Ergo os versos sem a voz,
É-me fácil escrever,
Assim não estamos sós...
Cá estou eu p'ra vos dizer ♡.

Gosto tanto de viver,
E na escrita eu reponho,
O que faz sobreviver
Cantando verso risonho ♡.

Verso da comunidade,
O que ora estou a tecer,
Não nego, por ser verdade,
Que gostava de conhecer ♡.

Conhecer o que me há de
Alegrar o que é tristonho,
Ver na realidade
A América de sonho ♡.

Rosa Silva ("Azoriana")

Oração para o Céu

27.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

imagem_santa.jpg

A Virgem (benzida por D. António de Sousa Braga - RIP, numa missa especial, na freguesia Serreta).
É um estímulo e uma...

Oração para o Céu

Nossa Senhora de Portugal
E dos Açores Mãe natural
Faz o milagre peculiar
De qualquer mal se acabar.

Acabe a guerra no estrangeiro,
Acabe o ódio e avareza,
Acabe a cinza do cativeiro,
Acabe a dor e a tristeza.

Acabe a fome de quem a tem,
Acabe o frio interior,
Acabe a dor de qualquer mãe,
Acabe a falta de Amor.

Acabe com a falta de fé,
Acabe com o muro denso,
Acabe com o que não é
Bom e justo como penso.

E nesta onda de acabar
Que cresce do pensamento
Deixai meu verso findar
Como a brisa com o vento.

O vento nasce da brisa
E a brisa de coisa alguma
Quando mais forte desliza
Torna-se vento, em suma.

Rosa Silva ("Azoriana")

Quero

22.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

Quero perdoar quem me ofendeu
Quero perdão de ser ofendida
Quero ser melhor no que é meu
Quero terminar de bem com a vida.

Quero pedir perdão a Deus do Céu
Quero deixar lágrima escondida
Quero não lembrar o mal que deu.
Quero acordar de adormecida.

Quero ser de mim a graciosa
Quero ser a flor de linda rosa
Quero ser de Cristo a defensora.

Quero ir Contigo aonde fores
Quero ser da ilha brava Açores
Quero ter a Mãe por protetora!

Rosa Silva ("Azoriana")

Nota: Deus é Amor. A morte é inevitável para todos nós.
Deus só quer que sejamos filhos fiéis e que sejamos santos, com a bondade do Santo que é Deus.
Nós recebemos a Vida de Deus. Como humanos temos a morte... e a morte é certa, mas sem aviso.
Deus abre as portas aos seus filhos para terem a felicidade eterna.
A tristeza da morte pesa em nosso coração. As lágrimas são um sedativo quando Amamos alguém.
Todos um dia temos de partir.
Confiemos no lugar que Deus nos prepara.

Acreditemos no Caminho, na Verdade e na Vida.
Ouvi-nos Senhor!

...

O bem é perfeito

22.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

o bem perfeito

Digo com sinceridade
Hoje foi dia feliz
O que se faz por bondade
Tem sempre boa matriz.

Façam por fazer o Bem
E que o Bem seja completo
Nossa Senhora foi Mãe
E ao Filho deu Afeto.

Há afeto material
E há o afeto humano
Este é especial
E jamais causará dano.

Aprendi mais uma vez
Que é bom dar liberdade
Aos filhos que a gente fez
Por Amor e por vontade.

Rosa Silva ("Azoriana")

Hão de vir

21.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

flor intacta

O que vos conto é verdade,
Nem duvidem, por favor,
Pois ainda é viva a flor,
Sem a mácula da idade.

Em contar estou à vontade,
Não oculto seja o que for,
P'ra bendizer o Senhor
Dono da felicidade.

É feliz quem acredita,
É feliz quem faz o bem
É feliz quem mal não tem!

Na minha rima medita
E nos versos repentinos...
Que hão de vir a ser divinos...

Folhadais. 21/08/2022

Rosa Silva ("Azoriana")

A árvore está de pé

20.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

São Mateus da Calheta

A árvore está de pé
E do pé sobe o asseio
Para animar nossa fé
Quando vamos no passeio.

São Mateus rogai por nós,
No teu altar de matriz,
Fazei com que tenha voz
Para te cantar feliz.

Nem sequer me dá espanto,
Nem tão pouco me dá sede
Da escrita é meu canto
E do canto para a rede.

Em frente à tua igreja
Há uma árvore antiga
Que talvez 'inda festeja
A raiz de uma cantiga.

Rosa Silva ("Azoriana")

A ilha Terceira é isto

15.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

São Mateus da Calheta agosto 2022

A ilha Terceira é isto
Uma alegria em suma
Por isso eu não desisto
De divulgar coisa alguma.

E viva a festa taurina
Seja lá aonde for
E no mar é tão salina
Na bravura do valor.

Volta e meia, vez em quando,
Teço a vida de bruma,
Se não for no mar nadando
Que seja o que o cais apruma.

É nesta zona da ilha
Que a festa se completa:
O peixe é a maravilha
E São Mateus sem dieta.

Rosa Silva ("Azoriana")

Nota: meu especial agradecimento à Comissão das Festas de Santo António 2022, que não mede esforços para o bom atendimento à população.

Saco d'água

06.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

saco d'água

Pouca coisa se descobre
E nisso me identifico
Pode ser ideia pobre
Mas vale como a de rico.

Nem é preciso talento
Foi de ouvir alguém dizer
Saco d'água ao relento
Mosquitos não podem ver.

Tive de fazer assim
Para ter algum descanso:
À noite um frenesim
Luz acesa tinham avanço.

Agora eu posso afirmar,
Que a sorte ganha fama,
Posso à noite me deitar,
E na rua fazer cama.

Só não sei até que ponto,
Vou ter esta garantia,
Mas quem vos conta este conto
Já ouviu de outra "tia".

Para as quadras acabar
Sem causar acaso algum,
Têm de ser em número par...
Seis é melhor que nenhum.

Rosa Silva ("Azoriana")

É ur[gente]

06.08.22 | Rosa Silva ("Azoriana")

cortina de teia

É sim, muito...
...ur[gente] uma foto
Inteira, sem dano,
De mim...

É urgente ficar
Na moldura da noite
Que cai branda
Para dar asas ao sonho
Incolor...

É urgente o fôlego
Do poema entreaberto
Na pálpebra da manhã...

É urgente viver
Antes que a vida
Seja uma urgência
Sem prazo
Sem voz
Sem som.

É urgente uma imagem do ser EU (candelabro de emoções).

Rosa Silva ("Azoriana")

Pág. 1/2