Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

A música (dedicatória à minha neta Matilde Alexandra)

30.09.23 | Rosa Silva ("Azoriana")

No segundo aniversário.

A música

Minha neta sempre ouviu
Melodias sem cessar
Se não mudar de feitio
Oxalá a veja tocar.

Chama a nossa atenção
Balançando atinada
E a mão no violão
Já está posicionada.

Toca a música! Lhe dizemos
E começa a dedilhar
É por si, nada fazemos,
Só ficamos a olhar.

Viva a sã melodia
Que embala a nossa gente
Que já no berço se cria
E faz-se naturalmente.

Rosa Silva ("Azoriana")

2º aniversário de Matilde Alexandra

30.09.23 | Rosa Silva ("Azoriana")

O dia dos 2

Minha querida e amada neta

Escrevo-te por esta via porque o papel tem de se poupar 🙂

A avó Rosa está muito contente por ti. És o doce da avó. És o abraço genuíno e o beijo estrelado. És a virtude da inocência e a verdade pura. Que o mundo não te espante, que a alegria seja constante e que continues a boneca da avó Rosa com esses bracinhos no ar de espontaneidade feliz. Muitos parabéns pelo 2° aniversário. Beijinhos muitos, muitos para ti e teus pais...

Amor da Avó

30/09/2023

***

Entre cantos e palminhas
Entre ramos e balões
Entre as aves rainhas
Há sempre os corações.

Os corações de agora
'Inda batem felizmente
Corajosos nesta hora
Se alegram novamente.

São dois anos aprender
Desde o nascer da aurora
Muito mais há que saber
Não se perde pla demora.

Viva, viva a tua festa
Da temática animal
Bom dia é o que resta,
Desejar-te sem igual.

Rosa Silva ("Azoriana")

Mesmo tendo safanão...

29.09.23 | Rosa Silva ("Azoriana")

Eu não sou de futebóis
Nem lagarta de anzóis
Nesta noite de temer
Sou apenas cidadã
Que não foge à sertã
Tudo menos que verter.

Sou a mulher enjeitada
Que não goza quase nada
Quando toca à diversão
Só aprendo de raiz
Que pra gente ser feliz
Há que ter muita atenção.

A prova de que existe
Deus e mãe que subsiste
Para minha guarda e fé
É ver que meu coração
Mesmo tendo safanão
Vai-se mantendo de pé.

A minha glória é rimar
Para sempre animar
Neste resto de vivência
Fica tudo para aí
Mais o que levo de ti
Minha neta de encantar.

Está quase a dobrar o dia
De ter nova alegria
Da nova realidade
Vais fazer os teus dois anos
Num sábado sem enganos
Quinta foi natalidade.

Minha neta, meu amor,
Minha riqueza em flor
Que sejas uma rainha
Sejas a melhor menina
Uma doce e cristalina
Que em festa se aninha.

Rosa Silva ("Azoriana")

Sobem pétalas de fogo (Festa do Pesqueiro / 2023)

23.09.23 | Rosa Silva ("Azoriana")

Sobem pétalas de fogo
Serpenteando o Pesqueiro
Brilhando em solene jogo
Mais parecendo chuveiro.

Mais uma festa termina
Porém outra continua
E nosso povo afina
O compasso pela rua.

Que não deixem perecer
A Brava alegria nossa
O que pode acontecer
É a voz sair mais grossa.

Ó terra de mansa gente
Ó terreiro de folia
A bravura vem somente
Para nos dar alegria.

Para brilho dos meus olhos
De uma forma sentida
Vejo alegria aos molhos
Nesta gente reunida.

O outono vai chegando
Para dourar nossas folhas
Nosso lar aconchegando
Pla ternura das escolhas.

Rosa Silva ("Azoriana")

Fábio Magalhães (o Capinha)

18.09.23 | Rosa Silva ("Azoriana")

Sem ter visto a maravilha
Que vejo agora em cena
Serás o melhor da ilha
Frente à Mãe que te acena.

Na certa todos gostaram
De ver tua atuação
E também te saudaram
Com aplausos de coração.

Se não ficaste com dores
O Bravo sei que adoras
Mantém firmes os teus valores
E reage sem demoras.

Lembra que é na Serreta
De onde sou natural
Que tens a nobre faceta
De brilhar no arraial.

Agora segue o destino
Que o destino é ser feliz
Leva ao peito o Divino
E aceita o que Ela diz.

No topo desta semana
Mando abraço amistoso
Sou a Rosa "Azoriana"
Fã do Capinha famoso.

Rosa Silva ("Azoriana")

Grupo Musical "ComCordas"

04.09.23 | Rosa Silva ("Azoriana")

Grupo Musical "ComCordas"
Associacão dos Músicos da Ilha Branca - AMIB
Barro Branco - Guadalupe - ilha Graciosa

Agradecimento a Daniela Santos + restantes elementos do Grupo: José João Mendonça, Serafim Silva, Carlos Picanço, Pedro Picanço, Fernando Bettencourt, João Natal Silva .
E da Terceira, grata a Mário J Lima por lembrar de mim 🙂

♡ 04/09/2023 ♡

Acabado de chegar
No começo da semana
Um disco de consolar
Para esta Azoriana.

ComCordas, Claro que sim!
São cantares de talento,
Assinaram para mim
Os seus "Moinhos de Vento".

Há poesia popular,
Há a voz da Daniela,
E o "laço" invulgar
Do que canta ao lado dela.
Sobressai Victor Rui Dores
Que dá ao Grupo um tanto
Que irá além Açores.

Bravo!
Parabéns!
Sucesso!

Rosa Silva ("Azoriana")

Céu de rosas

02.09.23 | Rosa Silva ("Azoriana")

Custa muito decifrar
Quem nos quer bem ou quer mal
Sendo a vida patamar
Na senda do ideal.

Vejo sorrisos tristonhos
Vejo tristes (sem o ser)
E até no olhar sonhos
Que faltam acontecer.

Vejo rosas na pessoa
Que Vive já para Deus
E no meu sentir ecoa
Bem-haja aos que foram seus.

A terna mãe que pediu
Tira-me a dor que não passa...
É nova flor que subiu
Ao Céu da divina graça.

Rosa Silva ("Azoriana")

Amar o que se conhece...

01.09.23 | Rosa Silva ("Azoriana")

Amar o que se conhece; ama mais quem não se esquece.

Amanheci com o pensamento no significado de Amar. Deu-me o título para esta reflexão.

Realmente para Amar há que conhecer feitios, defeitos e virtudes.

Os feitios podem educar-se e regrar-se. Os defeitos com padrões de conduta. As virtudes devem preservar-se com atualizações à medida.

Até a nível religioso estou a notar atualizações com a vocação do Papa Francisco, bem como da atitude jovial do Bispo de Angra, D. Armando Rodrigues.

Eu, que me sentia à margem da "santidade", vejo-me, agora numa quase conversão de pensamentos, isto é, Amar como Ele nos amou.

E também Amo o perfume da terra serretense, os locais que conheço bem e muito mais por não os esquecer e relembrar a todo o leme.

Vens comigo para festejar a Mãe de todos que a Amam?

Hoje começa a graça de ver o retorno dos emigrantes ao 1° dia de Louvores!

Rosa Silva ("Azoriana")