Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(Mais de 755 até agora)

Motivo para escrever:
Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********


As ilhas açorianas

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 29.03.07

O campo está acolchoado
Da beleza que agora nasce
O sol quebra o acinzentado
E na natureza há paz se
O amor se lança e conquista
As cores que a ilha avista.

Entre azuis e verdes, a rima
Das ilhas, molda o coração.
Ser ilhéu é ter mais estima
Um olhar de satisfação
E cantar à tona do dia:
Sou ilhéu com muita alegria!

No regaço do Caldeirão
Do Corvo, as ilhas unidas,
A magia desta visão
Faz parecê-las mais queridas.
Neste sonho viajo eu
E no verde que Deus lhe deu.

Confinada aos teus Bordões
Continuo minha miragem:
As Flores, ilha de emoções,
A prenda da flor na passagem.
É meiga, a quarta pequena
Maravilha que deixa pena.

Semana do Mar, teu cartaz
Que enfeita o cais da cidade,
Tens a marca que não se desfaz
Num abraço ganhas amizade.
Dançam no mastro alvas velas
À noite sorriem as estrelas!

Alta montanha à mercê
Da inspiração dos jograis,
Tão alta, é Deus que a vê,
Por entre plumas, neve sem ais...
A ilha da pedra escura
Por ela tenho muita ternura.

Esse dragão adormecido
Que se estende de lés-a-lés
P'lo cavaleiro destemido
São Jorge, a ilha a seus pés.
De forma estreita tamanha,
Ilustra-te a cor castanha.

Ilha branca, tão Graciosa,
(Das queijadas conheço o gosto)
És uma menina formosa!
Santo Cristo tens em Agosto;
Ao seu lado linda Baleia,
O ilhéu que fica na ideia.

A ilha abraça alegria
Nas festas de honra e touradas;
Alcatra, vinho - Confraria,
O mote p'ra mais desgarradas.
Sanjoaninas na cidade
Património de humanidade.

Sete Cidades a Lagoa,
De Ponta Delgada, São Miguel,
Que encanta qualquer pessoa.
Vila Franca também sou fiel,
Povoação rumo a Nordeste,
Ribeira Grande bem me fizeste!

Santa Maria, nossa Mãe,
Das ilhas é sempre a primeira;
O sol beija a Baía que tem
Concha maior na dianteira:
São Lourenço assim se chama
A esse belo panorama.

Açores do mar! Maravilhas,
Pétalas de amores-perfeitos;
Lindas imagens destas ilhas
Que para todos os efeitos
Fazem um colorido jardim,
Oásis de versos sem fim.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

Tititi a 29.03.2007

adoro os teus poemas, tambem sou dos açores (s. miguel)!

bjOs e passa no meu qe fala da minha ilha "Lugares de Sonho"!
Sem imagem de perfil

Jogos Online a 14.08.2007

Olá!

Estava a pesquisar informação sobre os Açores e dei com o teu blog.

Parabéns pelos poemas muito bonitos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")

DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
15 ANOS
2019/04/09


Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.

in DI Domingo. Foto de António Araújo

SELO
Azoriana/Açoriana
Azoriana/Açoriana
@ 2004 etc.

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 - Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD

Naturalidade:

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos publicados.
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres desde 1/1/1862, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.




Links

Dicionário

Jornal

O Blog que nos ajuda

Voz dos Açores - gravações