Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

QUATRO ANOS BlogAndo e AmAndo ser AZORIANA

09.04.08 | Rosa Silva ("Azoriana")

4

anos

4ª Feira

Mês - 4 - Abril

Início do Blog - 2004

Azoriana Blog
Azoriana Blog

 

Pois é... Chegou o dia que eu tanto desejei. Escrevi-o na véspera. É a minha nova táctica. Escrevo na hora que me dá jeito e fica no ar no horário certinho (e até vou mudando a hora). Perfeito não? É graças ao Amigo SAPO  que isso é possível (e muito mais: Alô Joanina!!!  da Califórnia).

A primeira pessoa (equipa) que merece os Parabéns, pelo tempo que me tem alojado os momentos bons, maus e assim-assim é, sem sombra de dúvida, o SAPO.

Depois merecem os Parabéns, todos (as) as pessoas que conhecem e sabem deste meu "vício", onde incluo todos (as) os bloguistas, amigos (as) e familiares, e quem ainda me visita.

Nos últimos dias dediquei-me a um blog muito especial (Cânticos da Beira - Prosa e Poesia) porque é de uma poetisa (não vou dizer a idade) de Góis e que muito me tem acarinhado desde que me escreveu. É um Anjo que me apareceu.  Seu nome é Clarisse Barata Sanches. Ela está comigo nos Sonetos.com.br mas só agora despertei para os seus brilhantes poemas. Há sempre um dia para descobrirmos preciosidades. Esta preciosidade poética é de Góis.

Fiz-lhe o convite e ela aceitou ser a Madrinha deste afilhado de 4 anos, por um motivo muito especial: Esta senhora faz-me lembrar alguém que cá não está. Não é propriamente o rosto que me faz lembrar a tal pessoa mas a sua bondade.

Agora vou deliciar-me a ler o seu terno hino (inédito) para este blog, seu afilhado, dos Açores.

Querida Madrinha, muito obrigada!

Cânticos da Beira nos Açores

Para a sua mamã
"Azoriana"
com votos de parabéns

9 de Abril de 2008

Que lindo nome o de Rosa Maria!
É poeta Açoriana, e que maneira
Ela se aprontou, com simpatia,
Para ilustrar os “Cânticos da Beira!”

Como realçou Góis, sem fantasia!
A Cruz de S. Tiago, o rio Ceira
A ver-se o Céu azul, a serrania,
A Igreja, o arvoredo à sua beira!

Solicitou-me, agora, esta “Rosinha”
Para do seu blog ser madrinha…
Mas que honra! E aceitei enternecida!

Quatro anos faz o Blog. É um menino
A quem dedico hoje um terno hino,
Com votos de que tenha longa vida!

Clarisse Barata Sanches
Góis – Portugal

(Siga esta hiperligação para ver o poema no formato que me foi enviado)

25 comentários

Comentar post

Pág. 1/2