Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(767 até agora)

Motivo para escrever:
Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********


Figuras

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 30.09.08

O que lembro de Camões
São as "armas e os barões"
Da minha dificuldade;
A pequena da Serreta,
Que vinha de camioneta,
Decorava-o, noutra idade.

Hoje, tudo de mim voa,
Não sou a mesma pessoa,
Nada retenho na mente.
Vão à solta meus escritos
E se os acharem bonitos,
É porque neles sou crente.

Digo com toda a franqueza
Gosto de ser portuguesa,
Muito mais açoriana;
E se isto for pecado
Espero me seja perdoado...
A bandeira não engana!

E Nemésio bem nos fica,
Com poesia tão rica,
P'ra quem o soube estudar.
Ele é inconfundível,
E na rádio era audível:
"Se bem me lembro", no lar.

Rosa Silva ("Azoriana")

Post .Scriptum:

Cansam-me os dias cinzentos, sem rima. Alegra-me a toada do mar na lua cheia da vida. Uma imagem da lua também me encanta, apaziguando os silêncios de voz alta. Durmo em relâmpagos de sonhos, sem descanso. Acordo num mundo redondo e escorrego na linha do horizonte e caio. A rima é que me dá a mão e salva-me com os sorrisos frescos... Procuro-lhe o rosto, sem sucesso, porque o meu está cansado. Volto a adormecer, na tentativa de encontrar a claridade da lua cheia como a que vejo presa em fotografia.

Há uma paz breve porque a lua, se cheia, traz-me a identidade. Sou do luar e gosto de rimar, na redonda ilha que me sossegou no berço da terra alta, junto à pequena serra que avista o mar, de mãos postas... Vejo sempre a terra e o mar de mãos postas. São manias visuais que só uma ILHOA pode ter. Só agora me passou pela cabeça este feminino singular de ILHÉU depois do Mestre me ter chamado a atenção para o meu sentir ilhéu. Ele é que tem razão e faz-me feliz por me dar a educação das vírgulas. As vírgulas que raramente coloco no lugar certo... São pecados de uma ilhoa que gosta da lua cheia e escreve à toa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil
Este foi para a "Fábrica de Histórias"

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")

DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
15 ANOS
2019/04/09


Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.

in DI Domingo. Foto de António Araújo

SELO
Azoriana/Açoriana
Azoriana/Açoriana
@ 2004 etc.

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 - Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD

Naturalidade:

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos publicados.
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres desde 1/1/1862, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.




Links

Dicionário

Jornal

O Blog que nos ajuda

Voz dos Açores - gravações