Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(767 até agora)

Motivo para escrever:
Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********


Árvore da Amizade Natalícia

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 09.12.08

Hora de almoço. Tarde fria. Gente na cidade após um feriado santo. Rostos conhecidos (ou não) caminham com ou sem afazeres. Entro numa instituição bancária. Deparo-me com número de espera longínquo. Fico a observar o lado de fora enquanto que o lado de dentro está em espera ou alberga rostos inquietos ou não. A porta abre-se várias vezes para entrarem mais do que saem. Agiganta-se a minha inquietação para sair dali. Quantos seres estarão ali também em delírio?! Será dia de são vapor? Uns recebem, outros pagam no dia seguinte. O feriado deu a pausa necessária a muitas contas. Trilharam-se outras contas.

Uma alma boa deu-me um número mais baixo que o meu para que a minha vez ficasse perto. Foi um acto generoso. Nem tive tempo de lhe agradecer convenientemente porque estava a atender uma chamada de telemóvel de uma pessoa amiga. Deu-me tempo de sorrir. Um sorriso é um bonito agradecimento. Deus lhe faça bem pela gentileza que teve para comigo. Cheira-me a Natal e quis fazer igual: dei a minha vez a quem estava à minha frente com um número alto. Houve sorrisos gratos. É bom sorrir numa tarde fria. Fiz o que tinha a fazer e fui embora para outro lado, rua acima. Não me saía da ideia a chamada do telemóvel.

Pensava. Vou improvisar assentos para este Natal. Há que estar preparada para um grande dia, tarde ou noite. Um encontro de amizade na casa da Azoriana vai ser motivo para grandes planos. Até me esqueci da tristeza de outros números num papel estreito. É que a amizade é um valor precioso, porque não se compra nem vende. Existe e dá sentido à vida.

Acho que acabei de criar uma nova Tradição de Natal: Juntar amigos bloguistas (ou que gostam de blogues) em confraternização natalícia. Nem mais! Acho que é algo que merece ser divulgado para que dê lugar a imitações.

Fazem-se festas de Natal para as crianças nas diversas instituições, por isso, imitemos o que é bom. Façamos de conta que somos crianças, pelo menos por um dia, para abrir as portas aos sorrisos genuínos e enfeitar a Árvore da Amizade Natalícia. Os braços serão os ramos, as mãos as folhas: os braços levantar-se-ão e as mãos irão abanar unidas por um ventilado comum que é a amizade que nasceu com os escritos ao longo dos meses.

Os escritos são laços que nos unem na simplicidade do sonho... São momentos! Festejemos o momento mesmo antes dele acontecer. A ideia já brilha como a Estrela de Belém. Que o Menino Jesus esteja no meio de nós e que o calor do momento sonhado seja realizado para que não se sinta a frieza de uma tarde de Dezembro do ano de dois mil e oito. A tarde seguinte à do nascimento de Nossa Senhora.

Vamos sorrir e cantar
Com nossos braços no ar
Num efeito de alegria.
E p'la nossa vida fora,
Lembremos, a toda a hora,
O encanto desse dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil
Uma história para a "Fábrica de Histórias" que contém um sonho que talvez se torne real.
Sem imagem de perfil

KI a 10.12.2008

Olá, então é capaz de gostar de passar por aqui e contribuir.

O mail é trapezista@sapo.pt

mas primeiro veja o blog :)

http://and-so-this-is-xmas.blogs.sapo.pt/

Feliz Natal.
Imagem de perfil

mafalda a 11.12.2008

:)
espero que venha a tornar-se realidade.
beijinhos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")

DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
15 ANOS
2019/04/09


Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.

in DI Domingo. Foto de António Araújo

SELO
Azoriana/Açoriana
Azoriana/Açoriana
@ 2004 etc.

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 - Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD

Naturalidade:

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos publicados.
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres desde 1/1/1862, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.




Links

Dicionário

Jornal

O Blog que nos ajuda

Voz dos Açores - gravações