Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(900 até agora)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



**********


Novecentos (900) sonetos/sonetilhos e outras recordações

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 22.12.21

Se fosse para fechar o ano 2021 com chave de ouro apostava nos 900 sonetos/sonetilhos, de longa data e à medida da inspiração.

Se fosse para recordar o que mais me animou em 2021, vem logo o nascimento da neta Matilde Alexandra (30/09).

Outras recordações... basta navegar no arquivo do blog que, ainda, faz parte das minhas emoções e criações.

Faltam nove dias para virar a página do calendário. Atrai-me rever o que foi escrito, recorrendo ao arquivo 2021.

Obrigada, em primeira instância, à equipa do nosso SAPO, e a quem tira um bocadinho do seu tempo para me ler.

Hoje recebi uma visita que me encheu de alegria. Um dos primeiros que conheci no meu local de trabalho e que muito me ajudou com a sua calma e paciência. Um homem cuja reforma abonou em prol da sua alegria de sempre. Bem-haja! Verifico que a saudade dos bons é uma patente.

2021 RS FFF

Antes saudades deixar
Do que tristeza medonha
Só me resta saudar
Quem seu olhar em mim ponha.

E se algo houver que deixe
Em alguém ao meu redor
Não tenha escama de peixe
Nem a espinha maior.

E a quem tenha ferido
Com palavras ou ações
Fica o ser arrependido
Por dar tantos trambolhões.

Cada qual tem seu feitio,
De nascença, podem crer,
Depois há um arrepio
Para a paz acontecer.

Abraços e beijos da
Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Biodiversidade cultural"

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 06.12.21

"Biodiversidade cultural", na Vela de Estai, in "Meter a viola num saco", DI 04.12.2021, pág. 10.

Dia seis acolhedor
De um sol madrugador
Ponho a vista à "janela":
À janela do jornal
E paro em especial
Numa "Vela" qual é ela?!

Hei de ver o que ela é
A ignorância até
Faz-me ler o artigo junto:
As violas e os mantos
Capelo e Capote, tantos!
Fazem parte do assunto.

A riqueza cultural
Tende a ser regional
Cousa que agora ataco...
Cada ilha com seu uso
"Cada roca com seu fuso"
Não vão todas no mesmo saco!

Quero, agora, terminar
Esta cousa de rimar
Que também não é igual...
Seja esta a minha prece
Que da Festa não se esquece
Com votos de Feliz Natal!

Rosa Silva ("Azoriana")

P.S. Azoriana porque a cedilha não cabe em todos "os sacos", digo, carateres de outras línguas. Interessa, sobretudo, que se leia Açoriana de raiz e terceirense de gema, ou vice-versa. Aqui tanto faz porque sou mesmo é da Serreta, residente em São Carlos para me considerar uma "emigrante" cá dentro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Presépio de Ze Freitas

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 29.11.21

Um trabalho glorioso
Que se vê com muito agrado
És um homem engenhoso
Ó meu querido cunhado.

Um trabalho de semanas
E bem cedo o começas
Só faltaram tuas manas
Para te ajudar nas peças.

Mesmo assim tu te confortas
Olhando o que foi feito
Já podes abrir as portas
Porque está tudo perfeito.

E agora com carinho
Um beijinho cordial
Para a Julia Godinho
P'ra todos Feliz Natal.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Consola ouvir cantar
Cantadores de eleição
"Outono Vivo" a fechar
Com a justa perfeição.

Adeus com mais ternura
Até outra ocasião
Parabéns à nossa cultura
E parabéns ao João.

Mendonça de apelido,
Mais velho um ano que eu,
Da Agualva conhecido,
Abraça o Porto Judeu.

Tenho seu livro nas mãos
Unidas como em prece
Quem dera sermos irmãos
Na rima que nos aquece.

Há amor pela Terceira
Há amor pela escrita
Quando a rima é inteira
Fica sendo a favorita.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dedicatória à menina Júlia (filha de amigos sancarlenses)

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 13.11.21

Júlia

Bela menina
Com oito anos
Tenha oceanos
De luz divina.

Júlia é fina,
Fina de planos,
De açorianos
De boa sina.

Dou parabéns
Pelos que tens
E mais virão...

És a rainha
Na ode minha
De coração.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")

DATA DE CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
16 ANOS
2020/04/09


Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.

Just a piece of me
to the amazing world.


RETALHOS DE MIM
Ser AMIGO afinal
É muito mais que amar
É dizer o que está mal
Sem nunca mal se ficar.
...
Isto não é artimanha
Nem coisa de fazer mossa
Há quem queira e não tenha
Há quem tenha e não possa.
...
Na encruzilhada do ser
Há desejos florescendo
Ansiosos por caber
Na lava que vai nascendo.
...
A poesia é a mais bela
Temperança do viver
Quando crescemos com ela
Mais cresce o nosso ser.

Angra do Heroísmo
ilha Terceira - Açores.


in DI Domingo.
Foto de António Araújo

SELO
Azoriana/Açoriana
Azoriana/Açoriana
@ 2004 etc.

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 - Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD

Naturalidade:

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos publicados.
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres desde 1/1/1862, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.




Links

Angrosfera

Blogues amigos

  • Em breve

Dicionário

Jornal

O Blog que nos ajuda

Sítios onde estou

Voz dos Açores - gravações