Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Memória de Clarisse Sanches

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 03.01.19

Estive ao pé de Clarisse
A poetisa de Góis
Ai tanto que a gente disse
Para me lembrar depois.

Clarisse foi para o Céu
É esse o meu desejo;
Enquanto estou no ilhéu
Rimo com todo o ensejo.

Aos amigos e goienses
Lembro que era ditosa
Nestas linhas terceirenses
Lembro a mãe Preciosa.

Muito ela falou de mim
Me envolveu num abraço
É nova rosa em jardim
Que se fez no meu regaço.

Adeus poetisa bela
De poemas triunfais
Quem me dera estar com ela
Mas não a verei jamais.

Peço que todos percebam
O que é gostar de Poesia
E dos Poetas concebam
Anais maior primazia.

Era dia de Natal
De dois mil e dezoito
Que se abriu o celestial
Brilho no Céu tão afoito.

Quem tanto escreveu na terra
Agora inspira alguém
Na vida nada se encerra
Se quisermos fazer Bem.

3/1/2019
Angra do Heroísmo - ilha Terceira - Açores

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")
DATA DA CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
DEZ ANOS
2014/04/09

Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.


SELO
Azoriana/Açoriana Blog
Azoriana/Açoriana Blog
@ 2004 etc.
VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 – Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD





Links

Voz dos Açores - gravações