Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(900 até agora)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



**********


Procissão da Senhora dos Milagres - Serreta - apontamento

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 22.09.14

Desde que tenho blogue que registo o acontecimento serretense, nomeadamente de procissões e outros festejos religiosos/profanos que ocorrem na segunda semana de setembro.

Em 2004/09/12 houve procissão;
Em 2005/09/11 houve procissão;
Em 2006/09/10 houve procissão;
Em 2007/09/09 houve procissão;
Em 2008/09/14 houve procissão;
Em 2009/09/13 houve procissão;
Em 2010/09/12 houve procissão;
Em 2011/09/11 houve procissão;
Em 2012/09/09 houve procissão;
Em 2013/09/08 houve procissão;

Em 2014/09/14 não houve procissão motivado pelo mau tempo devido à chuva abundante na hora que a mesma se realiza.

Antes mesmo de 2004 não me recordo da procissão não se fazer. Até dava a ideia que a Senhora dos Milagres gostava de sair à rua acompanhada por romaria de gente devota. Porque será que no ano de 2014 a Senhora preferiu ficar apenas no andor dentro de portas do Santuário?

Em 2014, pela primeira vez na história da Serreta, houve rainha das festas profanas, com desfile no sábado, ladeada por outras rainhas das freguesias do concelho de Angra do Heroísmo; julgo que, também, pela primeira vez se viu uma senhora para carregar o andor ao ombro e um jovem estudante universitário com o traje completo com a mesma intenção; houve o dia dos cedros (sexta-feira), o dia dos arcos (sábado), houve tapetes de flores em todo o percurso destinado à procissão, colchas pelas janelas, faias na berma do caminho junto às casas, foguetes, bandas musicais, com a da Serreta a tocar no interior do Santuário a Nossa Senhora no seu lindo andor, muito bem ornamentado… mas não houve procissão.

Houve tourada tradicional na praça do Pico da Serreta, que foi alvo de reconstrução de todo o mural à volta e local de acesso das gaiolas, com portões feitos propositadamente para embelezar o cerrado taurino;

Houve bodo de leite, na terça-feira, com um cortejo da “Ida à Serreta”, em trajes antigos da época dos carros de bois, carroças e mesmo a pé com tudo o que era necessário para festejar a festa da Serreta (de todos os tempos);

Houve tourada no caminho do Santuário (na quarta-feira) bem como a vacada (na quinta-feira), novamente na praça do Pico da Serreta;

Houve concertos/músicas de palco no exterior, fogo-de-artifício, Stand Up Acores, comédia, cantoria animada com a presença de numerosa plateia; tascas e tasquinhas; risos e lágrimas; rezas e coros; sinos e foguetes… só não houve procissão?!

E não houve trompa de harmonia… Senti a falta de ambas, da procissão e da trompa… Senti a melancolia de não ter os filhos (todos) à minha volta, exceto minha filha e genro;

Senti frio, vento e chuva… Só não consegui despedir-me de algumas pessoas e imagens… Levei o tempo todo a pensar porque não houve procissão e, ainda, não me deram o principal motivo… Só Ela sabe! Uma coisa é certa, Ela deixou fazer todo o trabalho preparatório até às 17:00 e só depois desabou o aguaceiro…

Só Ela sabe mesmo!

Até 2015/09/13, próximo ano e domingo de procissão, com a incógnita.

Rosa Silva (“Azoriana”)

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")

DATA DE CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
16 ANOS
2020/04/09


Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.

Just a piece of me
to the amazing world.


RETALHOS DE MIM
Ser AMIGO afinal
É muito mais que amar
É dizer o que está mal
Sem nunca mal se ficar.
...
Isto não é artimanha
Nem coisa de fazer mossa
Há quem queira e não tenha
Há quem tenha e não possa.
...
Na encruzilhada do ser
Há desejos florescendo
Ansiosos por caber
Na lava que vai nascendo.
...
A poesia é a mais bela
Temperança do viver
Quando crescemos com ela
Mais cresce o nosso ser.

Angra do Heroísmo
ilha Terceira - Açores.


in DI Domingo.
Foto de António Araújo

SELO
Azoriana/Açoriana
Azoriana/Açoriana
@ 2004 etc.

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 - Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD

Naturalidade:

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos publicados.
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres desde 1/1/1862, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.




Links

Angrosfera

Blogues que sigo

Câmara Municipal AH

Dicionário

Jornal

O Blog que nos ajuda

Sítios onde estou

Voz dos Açores - gravações