Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(900 até agora)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



**********


Às ilhas

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 31.12.21

A Santa Maria e a São Miguel,
À Terceira e Graciosa,
A São Jorge vou de batel,
Ao Pico via amorosa.

Ao Faial e às lindas Flores,
Ao Corvo do Caldeirão,
São nove de nobres cores
Que enfeitam a Região.

Bom Ano à população,
Com Estrelas coroada,
Da Ave no seu Brasão,
Na Bandeira alvorada.

Atlântico que a todas una,
Com a Montanha altaneira,
Os Açores são a tribuna,
E o coração da "Roseira".

Viva quem está comigo! BOM ANO.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Raminho da Terceira

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 12.12.21

Verde manto retalhado
Sem flores, beirado a sal;
O Raminho assim deitado
É mapa de Portugal.

Leva corte, acidentado,
"Rio Tejo" é o sinal,
O campo bem alinhado,
E tratado por igual.

Com cobertura de céu,
Agora levanto o véu,
Da planície raminhense...

Do plano se fez Raminho,
Ao poeta deu carinho:
O Álamo terceirense,

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Festas Felizes

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 04.12.21

Aos parentes e em geral:
Desejo um Feliz Natal,
Com Saúde e Harmonia!
Preservemos a liberdade,
O Amor à Comunidade,
No tempo de sinfonia.

Sinfonia de sorrisos,
Coroada de improvisos,
Nas quadras do nosso povo...
Sinfonia de afetos,
De avós, pais, filhos e netos,
E a quem chega de novo.

Haja a luz da esperança,
Na árvore que o céu alcança,
No trajeto do caminho...
E haja muita alegria,
Na família que 'inda cria
A ternura do carinho.

Em dois mil e vinte um,
Segundo ano incomum,
Para a lusa tradição...
Mesmo assim é natural,
Lembrar em cada mural...
A Festa da Conceição.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fado a São Martinho

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 22.11.21

Venha daí São Martinho
Porque frio não apanhas
No copo está o vinho
Ao lume estão as castanhas
Martinho não está sozinho
Tem o povo às montanhas.

E vai um fadinho
Todo animado
Viva São Martinho
De vinho regado
Só mais um copinho
Sem cair p'ró lado.


Martinho foi tão bondoso
Por dar ao pobre agasalho
O sol ficou radioso
Aqueceu o seu atalho
Por isso ficou famoso
O dia desse retalho.

E vai um fadinho
Todo animado
Viva São Martinho
De vinho regado
Só mais um copinho
Sem cair p'ró lado.


Vinho e castanhas serão
A festa do povo quente
Uma nesga de Verão
Vai aquecer toda a gente
Martinho oxalá que não
Te rias deste ambiente.

E vai um fadinho
Todo animado
Viva São Martinho
De vinho regado
Só mais um copinho
Sem cair p'ró lado.


Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pão de marés

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 10.11.21

E o pão disse à fatia:
- Porque te deitas assim?
És a glória e empatia
Tu és tudo o que há em mim.

És o pão do mar aberto
És fatia do meu sal
E de mim estás tão perto
Sem o fogo abissal.

Goza a aurora matinal,
E goza o canto marinho;
Estás comigo, afinal,
Rente às ondas do caminho.

Ó ilhéus de realeza,
Vistosos de tal maneira:
Sóis nossos por natureza,
Ilhéus leais da Terceira!

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")

DATA DE CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
16 ANOS
2020/04/09


Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.

Just a piece of me
to the amazing world.


RETALHOS DE MIM
Ser AMIGO afinal
É muito mais que amar
É dizer o que está mal
Sem nunca mal se ficar.
...
Isto não é artimanha
Nem coisa de fazer mossa
Há quem queira e não tenha
Há quem tenha e não possa.
...
Na encruzilhada do ser
Há desejos florescendo
Ansiosos por caber
Na lava que vai nascendo.
...
A poesia é a mais bela
Temperança do viver
Quando crescemos com ela
Mais cresce o nosso ser.

Angra do Heroísmo
ilha Terceira - Açores.


in DI Domingo.
Foto de António Araújo

SELO
Azoriana/Açoriana
Azoriana/Açoriana
@ 2004 etc.

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 - Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD

Naturalidade:

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos publicados.
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres desde 1/1/1862, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.




Links

Angrosfera

Blogues amigos

  • Em breve

Dicionário

Jornal

O Blog que nos ajuda

Sítios onde estou

Voz dos Açores - gravações