Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(810 até agora)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Entrevista a 5 de dezembro:


A Diana Zimbron (Parabéns no dia seguinte)

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 01.12.20

Parabéns dia seguinte
Perdoa este atraso
Mesmo assim é com requinte
Que de ti eu faço caso.

Diana dama da Voz
Fina, doce e muito clara,
Contigo não estamos sós
No tempo de cousa rara.

Seja um ano pra melhor
Para ti cara amiga.
Para todos está pior
Pouco mais há que se diga.

Da Terceira para o Pico
E o inverso também
Estas quadras te dedico
Bem como ao pai e à mãe.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Oferta de Inês Zimbron

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 26.09.20

Um sábado especial é quando se recebe um mimo especial de uma fã das minhas crónicas no DI (posso escrever Diário Insular?), que até deu conta da minha "pausa" porque o vício agora voltou-se para as férias.

Mas vejam só que rica oferta recebi da minha nova amiga:

"Uma Rosa Especial

Encontrei uma pessoa,
Nas crónicas de um jornal
Gente linda, gente boa…
Algo fora do normal.
Não fiz mais que o meu dever,
O de boa cidadã,
Os escritos reconhecer,
Da qual já era e sou fã.
Não fiz nada que mereça
Oferta desta grandeza,
Gosto é que o povo reconheça
A obra que tem beleza.
“Serreta na intimidade”
Uma oferta graciosa
Início duma amizade
P’ra mim muito preciosa.
A Rosa duma roseira
Muito, muito especial
Eu reconheci o perfume
Nas crónicas de um jornal.
Esta mulher talentosa
Merece consideração
A ela muito agradeço
Do fundo do coração.
Uma das suas fãs:

Inês Zimbron"
Os meus sinceros agradecimentos.

"Dá-lhe corda" amiga Diana Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gratidão - para Efigenia Coutinho Mallemont (poetisa)

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 26.09.20

É feliz ser-se poesia
Eternidade
Não há anos
Há o dia
Para darmos gratidão
Com um poema na mão.

Efigenia é brilho
No olhar de simpatia
Segue com amor o trilho
De ser "Dama da Poesia"

Catorze anos depois
Ela e eu
Em amizade virtual
Mas de verdade!

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Álamo Oliveira - minha dedicatória

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 11.07.20

Álamo de Oliveira

☆ 75 anos ☆

Letra de alfenim
Escrita gomada
Poeta é assim
Uma alma lavrada.

Rico de heroísmo
Livro de glória
Romance e lirismo
Raminho de História.

É Ilha de pé
Com as mãos unidas
Todos sabem quem é
Aqui e noutras saídas.

Emigrantes na lapela
Ao lado do coração
Como se fosse janela
Atenta ao sol de Verão.

Álamo amigo de tantos
Pergaminho da gente
Um criador de encantos
Que se lê eternamente.

Só não consigo dizer-lhe
O que aqui lhe digo
Talvez pudesse ler-lhe
Os olhares de amigo.

Amigo que reconheço
Em cada letra criada
E que hoje agradeço
Sua escrita iluminada.

Iluminada e incomum
Uma obra de pasmar
Poeta só mesmo um
Álamo de ilha e de mar.

11/07/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

P. S. Ver em blogue Comunidades

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Na véspera de Maria (29 anos da visita do Papa João Paulo II)

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 12.05.20

Que linda a flor de maio
Que do meu ventre nasceu
No teu olhar eu ensaio
A rima do verso meu.

Tens o olhar de magia,
Sereno, meigo e claro,
Mimosa flor deste dia
E um nascimento raro.

Que sejas sempre feliz
Em toda a atividade;
A Paula Meneses te diz
Que de ti terá saudade.

Quem te ama está contente
Aquele que te quer bem
Recebe um abraço da gente
E um beijo da tua mãe!

12/05/2020

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")

DATA DE CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
16 ANOS
2020/04/09


Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.

Just a piece of me
to the amazing world.


RETALHOS DE MIM
Ser AMIGO afinal
É muito mais que amar
É dizer o que está mal
Sem nunca mal se ficar.
...
Isto não é artimanha
Nem coisa de fazer mossa
Há quem queira e não tenha
Há quem tenha e não possa.
...
Na encruzilhada do ser
Há desejos florescendo
Ansiosos por caber
Na lava que vai nascendo.
...
A poesia é a mais bela
Temperança do viver
Quando crescemos com ela
Mais cresce o nosso ser.

Angra do Heroísmo
ilha Terceira - Açores.


in DI Domingo.
Foto de António Araújo

SELO
Azoriana/Açoriana
Azoriana/Açoriana
@ 2004 etc.

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 - Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD

Naturalidade:

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos publicados.
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres desde 1/1/1862, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.




Links

Dicionário

Jornal

O Blog que nos ajuda

Voz dos Açores - gravações

Blogues amigos

  • Em breve