Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(810 até agora)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Entrevista a 5 de dezembro:


Dança, dança comigo! (Zé Nandes)

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 15.02.21

Zé Nandes

Ó Zé Nandes faz cantiga
Aqui para a tua amiga
Que afinal também é prima
Este ano é anormal
Mas festeja o Carnaval
Com a delicada rima.

Não importa onde estejas
Só quero que tu me vejas
Como Rosa de aventura
E no regaço uma flor
Que é sonho de valor
Que rima a sã Cultura.

És grão-mestre da Terceira
No que toca à brincadeira
Mesmo entre os demais
Faz com que haja sorriso
No palco do improviso
Nestas redes sociais.

Minha prece aqui vai
Como a oração ao Pai
E à Mãe que a todos quer;
Esteja no Céu a tua
E a minha que me atua
Doce rima de mulher.

Fica a Rosa mesmo agora
Olhando o lado de fora
Onde o sol veio com vento...
Será que trouxe recado
De um beijo recheado
Com tua fé e talento.

Se voltares à nossa beira
Volta e beija a Bandeira
Do Divino Espírito Santo;
A coroa e cetro então
Te recebam em união
E vem ver-me no meu canto.

S. Carlos, nos Folhadais,
Entre os muros e os ais
Fico eu mais inspirada;
Em verso estou cantando
Como quem está orando
Frente à Virgem, nossa Amada.

Espero de ti a resposta,
Por ventura, bem disposta,
Vinda com grande alegria;
Esquece um pouco a ideia
De não ver a casa cheia
Mas ver fora a pandemia.

É impossível deixar
De nesse vírus falar
Mesmo com mais desagrado,
Quero é seguir em frente,
Louvar tanto, tanta gente,
Que trata o adoentado.

Zé Nandes eis que no fim:
És o cravo, és alfenim,
És o canto d'esperança;
Faz reinar à tua altura
Uma voz sã e segura
Como se fosses a Dança!

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Voo d'Água

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 01.02.21

foto de Maria Fagundes

(Dedicatória a Maria Fagundes)

Água com asas,
Cauda de peixe,
[Unem-se em feixe]
Agora arrasas.

Não te atrasas
[Ninguém se queixe,
Alguém te deixe]
Longe das casas.

Vai ver a mãe:
A natureza,
Força, beleza.

Maria tem...
Sem qualquer mágoa
O Voo d'Água!

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Minha filha na foto de Fernando Pavão

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 31.01.21

Aida Borges foto por Fernando Pavão

Fonte de amor

Filha minha, querida filha,
Que olhos belos eu vi chegar,
Presente lindo de se amar,
Que se renove a maravilha.

É doce estrela que brilha
Numa visão insular
Que é da Terra e do Mar
Numa onda quase em quilha.

Os olhos dela que admiro
No terceto que os refiro
Para lhe dar grã valor.

Meus filhos pérolas são,
Mesmo olhar, mesma visão,
A mesma fonte de amor.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

Amante da natureza

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 30.01.21

Costinha

(Dedicatória a Eduardo Costa "Costinha")

Por ter berço no Raminho
Que é um ramo natural
Nutre um grande carinho
Pelo seu torrão natal.

Enfrenta qualquer caminho
Como guarda especial
Mesmo que mude o ninho
Não encontrará igual.

O "Costinha" vai em frente,
Seguro, forte e valente,
Rendido à pura beleza...

Terra, água das ribeiras,
Ele dá largas a fronteiras
Como amante da natureza.

Rosa Silva ("Azoriana")

Autoria e outros dados (tags, etc)

O luto interior

por Rosa Silva ("Azoriana"), em 30.01.21

Aproveitem bem a hora
P'ra saborear a vida;
A morte sem despedida
É o que acontece agora.

Há o mau vírus que ignora
A grande dor da partida
A maior e mais sentida
Que num instante devora.

Vive-se numa aflição,
Parte-se na solidão,
"Até sempre" só se diz...

Apelo às boas condutas,
Com frases não se dê lutas,
Dê-se amor ao infeliz.

Rosa Silva ("Azoriana")

Descansa em Paz: António Pais, cantador "O Bolas da Graciosa".

António Pais "o Bolas da Graciosa"

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Os escritos são laços que
nos unem na simplicidade
do sonho... São momentos!
Rosa Silva ("Azoriana")

DATA DE CRIAÇÃO
09/04/2004

A curiosidade aliada à
necessidade criou
o 1º artigo e continuou...
16 ANOS
2020/04/09


Não há rima para o tempo
Mas o tempo é uma rima
Que serve de passatempo
A quem o tempo estima.

Just a piece of me
to the amazing world.


RETALHOS DE MIM
Ser AMIGO afinal
É muito mais que amar
É dizer o que está mal
Sem nunca mal se ficar.
...
Isto não é artimanha
Nem coisa de fazer mossa
Há quem queira e não tenha
Há quem tenha e não possa.
...
Na encruzilhada do ser
Há desejos florescendo
Ansiosos por caber
Na lava que vai nascendo.
...
A poesia é a mais bela
Temperança do viver
Quando crescemos com ela
Mais cresce o nosso ser.

Angra do Heroísmo
ilha Terceira - Açores.


in DI Domingo.
Foto de António Araújo

SELO
Azoriana/Açoriana
Azoriana/Açoriana
@ 2004 etc.

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

VISITAS
Até 2015/03/30 tinha um total de 537.867 visitas.
Doravante estatísticas in SAPO
MEO KANAL
Canal nº 855035 - Azoriana no MEO Kanal



ISSUU

MEO CLOUD

Naturalidade:

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos publicados.
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres desde 1/1/1862, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.




Links

Dicionário

Jornal

O Blog que nos ajuda

Voz dos Açores - gravações

Blogues amigos

  • Em breve