Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açoriana - Azoriana - terceirense das rimas

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! - Rosa Silva (Azoriana). Criado a 09/04/2004. Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores. A curiosidade aliada à necessidade criou o 1

Criações de Rosa Silva e outrem; listagem de títulos

Em Criações de Rosa Silva e outrem

Histórico de listagem de títulos,
de sonetos/sonetilhos
(940...pausa... 981)

Motivo para escrever:

Rimas são o meu solar
Com a bela estrela guia,
Minha onda a navegar
E parar eu não queria
O dia que as deixar
(Ninguém foge a esse dia)
Farão pois o meu lugar
Minha paz, minha alegria.

Rosa Silva ("Azoriana")

**********

Com os melhores agradecimentos pelas:

1. Entrevista a 2 de abril in "Kanal ilha 3"



2. Entrevista a 5 de dezembro in "Kanal das Doze"



3. Entrevista a 18 de novembro 2023 in "Kanal Açor"


**********

Bailinho da Malta da Serreta

13.02.24 | Rosa Silva ("Azoriana") | comentar
Gosto muito de vocês Já vos vi conto 3 vezes "Os irmãos" é que talvez Estão doridos por uns meses. O rosto do ator Marco De levar tanto estalo Tem de pôr gelo em arco E da "chapa" já nem falo. Se for a ver mais à frente O alegre do Filipe Tem o costado dormente

Se...

12.02.24 | Rosa Silva ("Azoriana") | comentar
Se tivesse que escolher? O ator, o cantor, o pandeiro, A beleza, a arte, a melhor cor, O encanto, a poesia, o talento, O festim, a magia, o saber, O asseio, a risada, A espada? O salão, a cadeira, o aplauso? Óh, quem me dera ir no bailinho Qu (...)

AMAR

10.02.24 | Rosa Silva ("Azoriana") | comentar
É amar o Carnaval! É sim, é mesmo Amar, Este canto, imenso mar De poema natural. É amar, o pessoal, Destemido, sempre par, E aqui vai sem parar Alegrar seu festival. E, eu Amo, mesmo assim, A rima que sai de mim, E que vos faça bom efeito. Es (...)

"Ah! Vocês!"

10.02.24 | Rosa Silva ("Azoriana") | comentar
O Carnaval faz chorar A quem não pode estar No folguedo e diversão Ao ouvirem os estalidos Já se sentem atraídos A correr para o salão. O salão da freguesia Se rende à euforia Que na ilha é geral Levam tempo a ensaiar E também a fermentar (...)

Sombra Sagrada

08.02.24 | Rosa Silva ("Azoriana") | comentar
Peço-Te, humildemente, Em clemência e em soluço, Que Olhes por tanta gente, De joelhos, me debruço. Rogo-Te, hoje de frente, Que a paz chegue ao russo, Que matou tanto inocente, E agiu sem o seu chuço. Na terra como no céu, Muito além (...)